Estranho Irresistível | Christina Lauren

Como bem informa o título, o Estranho é sim irresistível, mas quem manda nesta história, mais uma vez, é a mulher.

Sara acabou de descobrir que seu namoro com um político famoso não passava de fachada. Ele a traia e toda a Chicago sabia. Abalada com a descoberta, Sara decide largar tudo e aceitar uma proposta de trabalho em Nova York, oferta da amiga Chloe e do seu marido Bennet, os protagonistas do primeiro livro da série, Cretino Irresistível.

“A previsível Sara que sempre fazia aquilo que todos esperavam dela. Eu não queria mais ser essa pessoa. Eu queria ser irresponsável, selvagem, jovem. Eu queria viver para mim mesma pela primeira vez na minha vida”. (pág.24)

Disposta a deixar tudo para trás, inclusive a fama de boa moça, Sara quer recomeçar, e isso inclui algumas experiências não vividas. O que ela não esperava é que, na noite em que decide sair com as amigas, sua primeira aventura se apresenta de corpo e alma com o charmoso Estranho Irresistível, Max Stella, que já figurou aqui como um crush literário.

“__Nós, mulheres, nem sempre queremos ser tratadas como se fôssemos delicadas, ou raras, ou preciosas. Queremos ser desejadas. Queremos que o sexo seja tão visceral quanto vocês querem. Você é o cara que sabe disso”. (pág.195)

Assim como os demais homens da série, Max tem fama de pegador, é um homem charmoso, rico e, obviamente, gostoso. Ele está sempre nos tablóides devido aos romances vividos e as belas mulheres com quem se relaciona. Sara não conhece Max, mas, mesmo assim, a química entre eles é imediata e muito convincente. 

Max que lute! 

Só que Sara não quer saber de relacionamento firme, apenas viver o momento sem compromisso. Sim, amigos, aqui é a moça quem não quer relação, e o moço é quem terá que lutar se quiser algo mais. E Max quer. A medida em que conhece Sara, ele se apaixona perdidamente. 

“Nunca precisei me esforçar desse jeito para conseguir a atenção de uma mulher antes, e não sei como eu me sinto em relação a isso”. (pág.96)

É um romance erótico, com pegadas picantes, e protagonistas maduros, cientes do que querem e do que fazem. As cenas de sexo são bem escritas e arrebatadoras. O casal vai se descobrindo aos poucos, e aos poucos, o amor vai sendo construído na base da confiança e muito prazer. 

“O homem que eu amei mal me conhecia de verdade. O homem que eu apenas queria para o sexo notava tudo em mim”. (pág.188)

Como todo romance, quando tudo parece enfim se ajeitar, um mal-entendido, desses bem clichês mesmo, de dar raiva em qualquer leitor, separa esse casal perfeito.

Assim como nos romances anteriores, os personagens interagem. Além de Chloe e Bennet, também aparecem Will, protagonista do livro Playboy Irresistível, e George, assistente de Sara e responsável pelas melhores tiradas do livro. George é um personagem tão legal que merecia um livro só seu.

“_Ah, garota, eu sei _ ele disse. _ E considero parte da minha função como assistente ter certeza de que você sabe aonde ir para se divertir. Seja para cupcakes, vinho e outras coisas”. (pág.48).

Os livros da série “Cretinos e Cretinas” trazem, além de um romance gostoso de ler, histórias de empoderamento feminino, com protagonistas fortes e decididas. 

As autoras Christina e Lauren não são best-sellers à toa, seus livros são picantes e divertidos, em dramas amarradas e personagens bem construídos.

No Resenhando você encontra resenhas de todos os gêneros literários.

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário