Cretino Irresistível | Christina Lauren

Cretino Irresistível é o primeiro livro de uma série de romances ultra eróticos das escritoras Christina Hobbs e Lauren Billings. Christina Lauren é um pseudônimo das amigas escritoras, donas de mais de 10 best-sellers dessas listas famosas, como New York Times.

Uma parceria de sucesso que já vendeu milhões de exemplares no mundo todo e traduzidos para mais de 30 idiomas.

Se os quadrinhos são a porta de entrada para a literatura infanto-juvenil, ouso dizer que a erótica é aquela válvula de escape dos adultos. Um exímio passatempo que dá prazer, pois promove um resgate de leitores mais velhos, mostrando que a literatura pode ser uma fuga do estresse diário.

Cretino Irresistível conta a história de amor do empresário, cretino e arrogante, Bennett Ryan e da sua assistente Chloe Mills. Aquele típico clichê do casal que se odeia, troca farpas, mas aquela famigerada “tensão sexual palpável” (adoro esse termo), acaba unindo os dois, em um romance ardente, com deliciosas cenas de sexo para ninguém botar defeito.

Chloe é uma queridinha da família Ryan, trabalhando na empresa como assistente, enquanto conclui seus estudos de pós-graduação em marketing. É uma funcionária de confiança, das mais competentes da empresa. Por isso é designada para ser o braço direito do filho caçula da família, que retorna da França para assumir os negócios da família. 

Acontece que a antipatia entre eles é imediata, principalmente porque a forma como Bennett encontra para lidar com a sua paixão/tesão reprimida pela estonteante Chloe é justamente a tratando mal, com ignorância, egocentrismo, numa tentativa falha, diga-se de passagem, porque Chloe é diferenciada. 

“Eu a queria. Eu queria mais do que qualquer outra mulher. O grande problema era que eu também a odiava. E ela me odiava de volta. Quer dizer, ela realmente me odiava. Em todos os meus 31 anos, nunca conhecera alguém que me irritasse tanto quanto a Srta. Mills.” (pág.22).

Gosto particularmente de Cretino Irresistível porque foi o primeiro livro erótico que li, em que a protagonista NÃO é boba, dessas sonsas “com dois pés esquerdos” que tropeçam ridiculamente e caem toda hora ou as submissas ao extremo. Pelo contrário, a Chloe é fantástica! Um mulherão da porra, esperta, inteligente, ambiciosa e feminista até a último fio de cabelo rs. Inclusive já apareceu aqui como nossa crush literária.

“Eu não queria ser o tipo de mulher que sacrifica suas ambições por causa de um homem”. (pág.152)

Por que o destaque da trama é a Chloe? Primeiro porque ela é uma mulher que assume os seus desejos sexuais e não tem medo de dar e receber prazer. Em nenhum momento ela se curva ao todo poderoso CEO da empresa, responde a altura as tiradas e o sarcasmo do chefe gostosão, e no momento crucial da trama, mostra que todo o seu empoderamento e atitude, não era apenas para embelezar a história.

Uma protagonista à altura da arrogância do seu chefe. Se o Bennett é um Cretino Irresistível, obviamente a Chloe não fica atrás, tanto que o segundo livro da série é justamente a Cretina Irresistível.

“Por que ela tinha de brigar comigo sempre? Fiz questão de lembrá-la quem era o chefe. Mas, assim como em todas as nossas discussões, ela jogou tudo de volta na minha cara”. (pág. 51)

 Um diferencial da escrita dessas autoras é dosar as cenas de sexo. Elas são essenciais para entreter, mas nada desconfortáveis ou exageradas. Mesclando o romance com problemas e dilemas reais, trazendo uma história picante, divertida, mas ao mesmo tempo reflexiva, sobretudo acerca da situação da mulher em relações puramente eróticas.

Escrito pelo ponto de vista da Chloe e do Bennett, com uma cronologia que mescla lembranças do passado e o tempo presente, Cretino Irresistível, mostra a construção da relação de amor e sobretudo confiança entre o casal. Por conta dessa cronologia, a primeira cena de sexo, inclusive, me pareceu mais um assédio sexual, não fosse por uma atitude da Chloe, que já nas primeiras páginas dá uma pitada de como acompanhar essa história de gato e rato será divertida.  

“Que diabos ele estava fazendo? Meu cérebro gritou para eu tirar aquela mão dali e dizer para ele nunca mais me tocar de novo. Mas meu corpo tinha outras ideias.” (pág. 14)

Conquistar a Chloe não será nada fácil, talvez o maior desafio da vida do todo poderoso Cretino.

Como todo livro erótico, Cretino Irresistível, não é indicado a menores de idade.

No Resenhando você encontra resenhas de todos os gêneros literários.

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário