Nolan Sorrento | Jogador nº 1

Nolan Sorrento traz de volta aquele vilão clássico, por fora a elegância e estilo, por dentro um poço de maldade

Na distopia criada pelo americano Ernest Cline, as perspectivas de futuro não são nada agradáveis. Em 2040, a vida na terra é um pandemônio: caos no clima, crise de energia, há fome e miséria por toda a parte e vivemos sobre o que restou de inúmeras guerras. O único alento de uma geração de sobreviventes é o “Oasis”, uma plataforma de realidade virtual, que se tornou o centro do mundo, responsável até mesmo pela educação das crianças e jovens.

O Oasis apresenta uma alternativa de mundo perfeito, onde cada “login” pode ser e fazer o que quiser, com acesso gratuito a todos, sem distinção e um óculos de estilo 3D.

O Oasis se tornou um modo de vida e valia muita grana. Claro, tinha gente de olho nesse paraíso virtual, que se tornou mais valioso após a morte de um dos criadores. No melhor estilo videogame, James Halliday escondeu um segredo dentro do OASIS, aquele que encontrasse seria o Jogador nº 1 e se tornaria dono da plataforma.

Nolan Sorrento, claro, irá fazer de tudo para colocar as mãos na fortuna de Halliday e ter controle total do OASIS.

Divulgação / Jogador nº1

Não é fácil. Cinco anos se passam desde a morte de Halliday e muitos tentam encontrar os mistérios do jogo. A IOI empresa que Nolan representa não poupou recursos, e mesmo assim seu batalhão de soldados não foram capazes de achar nenhuma pista. Até que o jovem Wade Wats descobre a primeira chave, despertando a fúria de Nolan.

Contudo Nolan não tem toda a expertise dos mais novos, quando o assunto são os jogos virtuais e cultura pop dos anos 80/90. Ele é pragmático, chantagista, ganancioso, intimidador, mau caráter tanto no meio virtual como na realidade. É o responsável pelo assassinato de um dos personagens principais da trama, por diversas outras tentativas.

No cinema,  Nolan Sorrento foi vivido pelo ator Ben Mendelsohn que, apesar de ser mais velho que as descrições do livro, caiu como uma luva no personagem. Por detrás do terno elegante e bem cortado, esconde um homem arrogante, prepotente e mau!  

Confira a resenha completa de Jogador n º 1 clicando aqui.

Vilões aterrorizam e assombram qualquer história, mas sem eles será que teria a mesma graça? Confira aqui outros vilões literários.

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário