Não Conte a Ninguém – Harlan Coben

Ao ler essa história você vai se sentir igual chiclete na boca de banguela. Sim, totalmente perdido! Foi assim que me senti ao ler Não conte a ninguém do escritor americano Harlan Coben.

É muita treta!

Muita coisa acontece na história, e tudo ao mesmo tempo! E isso é muito bom porque deixa a trama num suspense danado. A gente sempre termina um capítulo pensando: ‘não é possível isso, vou ler mais um pra ver o que vai acontecer…’ você lê e a treta só aumenta.

A história narrada é do Dr. David Beck, que perde a esposa após mais um dia no lago. Tudo parecia estar bem, contudo depois de uma tarde de amor no barco, ele e sua esposa são atacados por homens e ela é morta. Anos mais tarde, quando Beck já seguia seu caminho, um e-mail vira a sua vida de cabeça para baixo. A certeza de como o crime aconteceu mexe com o médico. Será que foi mesmo um crime? Será que não foi ele mesmo que matou a mulher? Será que ela está realmente morta?

São tantos acontecimentos em tão pouco tempo que Beck vira alvo da polícia. E a polícia? Ela é confiável? O livro segue um rumo alucinante e Beck, ao que parece, só poderá contar com a ajuda de um traficante, pai de uma garotinha que ele cuida no hospital. Contar com a ajuda de um bandido será a melhor escolha?

A cada e-mail recebido, com novas descobertas do médico, você sente uma aflição, porque cada personagem tem uma teoria. Houve crime? Tem morte? Quem é bandido e quem é inocente? Dá para confiar nos amigos, na família? Será que os emails são reais ou é apenas um trote? E o final? Ah bom, esse eu não conto a ninguém.

No Resenhando você encontra resenhas de todos os gêneros literários.

Anúncios

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário