O livro conta o florescer da Mariana, a menina linda de cabelos cacheados que é delicadamente retratada na capa, sob o pano de fundo da cidade histórica de mesmo nome. É uma criança que vive o restinho da infância em sua plenitude. Mora com a mãe Fátima, uma dona de casa compreensiva e amorosa e com o pai Etevaldo, caminhoneiro que sonha em dar uma condição de vida melhor para a família. Por isso quando ele recebe uma proposta para trabalhar em outra cidade, não pensa duas vezes e propõe a mudança para as duas. A adaptação na cidade nova, o dia a dia da família, surgimento de novas amizades e o amor por um coleguinha da escola, além dos planos para o futuro são interrompidos no dia 5 de novembro de 2015, quando Minas Gerais foi palco do maior desastre ambiental do país. Confira a resenha aqui.

A capa retrata bem a tranquilidade com que Mariana e os demais habitantes da cidade levavam suas vidas quando foram terrivelmente atingidos pelo mar de lama da barragem de rejeitos de mineração da mineradora Samarco que matou 19 pessoas. A simplicidade e a pureza da capa, além das ilustrações dentro do livro, refletem ainda a delicadeza da escrita de Ana Rapha Nunes em inserir na sua história uma tragédia de proporções absurdas.

A seção “Comprei pela capa” é dedicada as capas lindas que nos apaixonamos diariamente. 

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário