Frozen 2 – Para Entrar no Ritmo
A continuação de Frozen – Uma Aventura Congelante chega aos cinemas em janeiro, e traz cenas de tirar o fôlego.

Depois de Elsa e Anna, com a ajuda de Kristoff, Olaf e Sven, salvarem o reino de Arendelle do inverno terrível que os poderes da rainha provocaram, agora vemos em Frozen 2 um reino no auge do outono, com a tonalidade típica da estação, permitindo a chegada de novas cores à animação.

Frozen 2 repete um clichê de fantasia baseado nos 4 elementos (água, terra, fogo e ar) e é inevitável comparar a jornada de Elsa à de Avatar – A Lenda de Aang, a busca por conhecimento, equilíbrio, dominar os quatro elementos e evitar conflitos entre as nações. 

O que mais esperamos mesmo, além de uma animação empolgante, é ver o impacto que as canções terão nos espectadores. Por isso minha crítica vai além da história. 

Nenhuma canção na versão dublada tem o potencial para alcançar o que Livre Estou provocou na febre do primeiro filme, mas não são canções ruins!

Se Encontrar – Iduna

A música cantada pela Rainha Iduna, mãe das princesas, é a primeira do filme e dá o tom da nova aventura, é o guia para Elsa durante o filme.

Nada Vai Mudar – Anna, Olaf, Kristoff, Sven e Elsa

Mostrando como está a vida dos personagens, com um tom que faz lembrar muito uma mistura de “Vejo uma porta abrir” e “por uma vez na eternidade” do primeiro filme.

Mesmo em uma música sobre renovação e sobre os laços, podemos sentir que Elsa ainda não se encontrou completamente e é mais um dos problemas a serem resolvidos nessa nova aventura.

Minha Intuição – Elsa

Muito bem, Disney, não tem Let It Go, mas com certeza Minha Intuição será um problema a ser resolvido nos karaokês pelo mundo. Tanto a versão original de Idina Menzel quanto a dublagem de Taryn Szpilman trazem novos níveis de dificuldade para os cantores amadores.

Nem de longe tem o poder da novidade que foi Livre Estou, mas é uma música forte, como a confusa Rainha Elsa.

Com o Tempo – Olaf

Olaf com certeza é o personagem que mais se destaca em Frozen 2, agora que ele é feito de gelo eterno, ele está amadurecendo e tendo dúvidas sobre o mundo. A cena em que ele explica Frozen e a cena pós créditos, com certeza são arrancarão boas gargalhadas.

Em Com o tempo, a dublagem de Fábio Porchat não traz a mesma diversão de No verão, mas é uma música divertida que com uma reflexão forte sobre amadurecimento.

Rena é Melhor do Que Gente 2 – Kristoff e Sven

Uma prévia para a música oficial do Kristoff. Ouça aqui.

Não Sei Onde Estou – Kristoff

Sinceramente? A música vai bombar! É um baita clichêzão e eu ia AMAR ver o Roupa Nova fazendo uma versão.

As cenas são montadas como um clipe dos anos 80, com close no rosto triste, cantor dividindo tela com outra imagem dele mesmo. Muitas referências aos clássicos do rock nas cenas.

Vem Mostrar – Elsa

Sim, vai ter mais “ah ah ah ah”, já que é como a Elsa se guia para encontrar a verdade. Aqui a primeira música do filme, cantada pela Rainha Iduna, se encontra com a música da Rainha Elsa, fazendo uma ponte entre o passado e o presente, entre o início e o final do filme, que já está se aproximando.

Fazer o que é Melhor – Anna

Uma música feita para um musical. Não dá pra dizer muito sem dar spoiller. Ouça aqui

E tem mais de Frozen 2!

A banda Weezer gravou uma versão de Não sei onde estou (Lost in the woods), e ficou incrível:

E os Emos podem comemorar, Panic! At The Disco também produziu uma versão de Minha Intuição (into the unknown), que toca nos créditos do filme, AGORA SIM eu vou dar trabalho no karaokê!

Agora você pode se preparar para chegar aos cinemas cantando todas as músicas de Frozen 2!

Confira mais sobre filmes e séries clicando aqui

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário