“Casos de Família” vai abordar os bastidores de dois crimes em família que chocaram o Brasil. O primeiro é o da família Von Richthofen, que foi assassinada pela filha mais velha, o namorado e o cunhado. O segundo é o caso de Alexandre Nardoni e sua esposa, que jogaram a menina Isabella pela janela do apartamento em que moravam. Cada qual abordado de uma maneira diferente, com anotações originais da criminóloga Ilana Casoy enquanto acompanhava o desdobramentos dos casos.

Os Arquivos Richthofen são divididos em dois momentos: o primeiro vai contar desde o crime até a confissão dos responsáveis. O segundo vai ser a transcrição dos debates finais do julgamento de Suzane e dos irmãos Cravinhos. A primeira flui bem rápida com a narração da própria Ilana, que tem uma escrita muito boa e de fácil compreensão. Já a segunda parte tem um ritmo mais lento, afinal, são as falas dos advogados e como eles se posicionaram. Pra mim foi o único momento em que a leitura ficou arrastada. Além das anotações da Ilana a editora também colocou imagens da reconstituição do crime.

Os Arquivos Nardoni constam do relato da Ilana Casoy dos dias de julgamento do casal, Alexandre Nardoni e Ana Carolina Jatobá. A leitura flui muito melhor nesta segunda parte, porque como disse a escrita da autora é muito envolvente, parecia até que eu estava naquele tribunal assistindo as mentiras do casal Nardoni. Ilana descreveu tudo que acontecia no local com tanta maestria, que em alguns momentos tive impressão de que aquilo tudo não era real e sim um filme.

Casos de Família é um livro para quem gosta da temática “Crime Scene”, cheio de detalhes e bem cru. Não é uma leitura fácil, já que a temática é pesada e assusta ver o quanto o ser humano é cruel e imprevisível. Em vários momentos me indignei com a frieza da Suzane ou com a falsidade dos Nardoni. Mas, apesar disso foi uma leitura muito esclarecedora e cheia de informações. Aprovadíssimo! DarkSide Books já pode lançar mais livros da Ilana.

No Resenhando temos resenhas de todos os gêneros literários. 

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário