Boneca Russa

Boneca Russa – Natasha Lyonne, Amy Poehler e Leslye Headland recriam de maneira inteligente a fórmula de o “Feitiço do Tempo”.

Confira o trailer: 

Nadia é uma mulher que leva a vida como bem entender, fala o que tem vontade, é extremamente grosseira, egoísta e foge de relações sérias com qualquer pessoa.

Na noite de seu aniversário de 36 anos ela morre atropelada, mas volta à vida e acorda no banheiro de sua festa, horas antes do acidente. Assim, ela se vê presa revivendo o mesmo dia eternamente, enquanto morre de maneiras cada vez mais trágicas.

A série é novidade no catálogo da Netflix e apesar da fórmula já ser conhecida e ter sido usada em diversas outras séries e filmes, Boneca Russa inova com um humor inteligente sem cansar o espectador.

O principal foco da série é fazer a personagem enfrentar seus medos enquanto tenta entender o porquê daquilo estar acontecendo com ela. Nos primeiros episódios a série se mostra propositalmente confusa, mas a partir do terceiro as coisas começam a fazer sentido e faz o espectador se interessar pela narrativa. Sem enrolar e aprofundando na personagem, a história sofre uma grande reviravolta e nos apresenta mais um personagem importante.

A série tem muitos detalhes que podem passar despercebidos, e alguns deles têm um papel importante na vida da protagonista.

O símbolo da Boneca Russa pode significar muitas coisas, mas aqui se entende que existem diversas versões de Nadia que se revelam a cada morte e se tornam cada vez mais vulneráveis aos sentimentos que ela tenta reprimir, até o ponto que ela realmente se importa com outra pessoa além dela mesma.

Divulgação | Netflix

Rápida e direta, são 8 episódios com uma média de 25 minutos cada e todos dirigidos por mulheres. 

Boneca Russa traz discussões sobre a vida em sociedade e sobre como nossas ações impactam a vida das pessoas a nossa volta, além de mostrar que criar raízes e conexões é importante pra conviver em harmonia com os outros e com nós mesmos.

O texto é uma gentil colaboração da jornalista Isabel Félix. Agradecemos imensamente a sua confiança. Siga a Isabel na página @oficinageekreal

A essência e aparência da vida: Rúbia Costa

Meu mundo invertido: Felipe Andrade

Dependência amorosa: Samuel Reis

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário