6 Novelas da Globo baseadas em livros

Dentre as inúmeras produções televisivas, destacamos seis novelas da Globo baseadas em livros. 

A TV Globo estreou esse mês mais uma produção baseada em livro. Éramos Seis, nova novela da faixa das 18 horas, é inspirada no livro da paulista Maria José Dupré, que faz parte da Coleção Vaga-Lume. Vale ressaltar que essa é a terceira versão da história que já foi produzida pela TV Tupi em 1967 e pelo SBT em 1994.

O formato de adaptação literária não é novidade na Rede Globo, mas basta saber se essa nova versão de “Éramos Seis” será um sucesso tal como suas antecessoras.

E não é e hoje que a TV Globo, que é mundialmente reconhecida e premiada pela dramaturgia, utiliza esse recurso de adaptação para compor as histórias de novelas.

Confira 6 novelas da Globo baseadas em livros, muitos nem tão conhecidos.

Cabocla

A novela Cabocla é baseada no romance homônimo de Ribeiro Couto, que conta a história de Jerônimo, um estudante que vai passar um tempo em Vila da Mata para se curar de uma doença e acaba se apaixonando por Zuca, uma bela jovem da cidade.

O livro ganhou duas adaptações em formato de telenovela, a primeira em 1979, protagonizada por Fábio Júnior e Glória Pires e a segunda em 2004, com Daniel de Oliveira e Vanessa Giácomo dando vida ao casal.

TV Globo | Divulgação

Ciranda de Pedra

Ciranda de Pedra, livro de Lygia Fagundes Telles, também foi adaptado duas vezes para a TV, a primeira versão em 1981 e a segunda em 2008. O livro acompanha a história de uma família de classe média abalada pela loucura, paixão e morte. 

A história é narrada pelo ponto de vista de Virgínia, a única das filhas de três irmãs, que vai viver com a mãe após a separação dos pais. Diferente do enredo do livro, a protagonista da história na versão de 2008 foi a mãe de Virgínia, Laura, que foi vivida por Ana Paula Arósio. A ideia era que Virgínia fosse mesmo a protagonista e Laura morresse logo no início da trama, porém o público ficou encantado pela interpretação de Arósio e a emissora decidiu permanecer com a atriz até o final.

TV Globo | Divulgação

Gabriela

Gabriela, Cravo e Canela romance de Jorge Amado que narra a história de amor de Gabriela uma jovem sertaneja muito bonita e Nacib um comerciante árabe. A história ganhou três adaptações para a TV, uma em 1960 pela TV Tupi e outras duas pela Rede Globo em 1075 e 2012, essas duas as mais conhecidas e protagonizadas por Sônia Braga e Juliana Paes.

TV Globo | Divulgação

A Padroeira

A novela A Padroeira de 2001, protagonizada por Déborah Secco e Luigi Barricelli, que acompanha o amor impossível de Cecília e Valentim no Brasil Colônia, durante a febre do ouro, também foi adaptação de um livro, As Minas de Prata de José de Alencar. 

A obra já havia sido adaptada pela TV Excelsior em 1967. Além da obra do escritor brasileiro, foram usados como inspiração para o romance da novela as obras Romeu e Julieta de Shakespeare e A Dama de Monsoreau de Alexandre Dumas.

TV Globo | Divulgação

Orgulho e Paixão

Em 2018 a Rede Globo fez mais do uma adaptação de um livro, ela resolveu adaptar todos os romances de Jane Austen em uma novela. A emissora colocou todos os personagens criados pela autora em um mesmo universo, fazendo com que Razão e Sensibilidade, Orgulho e Preconceito, Mansfield Park, Emma, A Abadia de Northanger e Lady Susan se passem ao mesmo tempo. A novela focou  principalmente no papel da mulher na sociedade.

TV Globo | Divulgação

O cravo e a rosa

O Cravo e a Rosa, novela do horário das 18 horas, exibida nos anos 2000, acompanha a história de Catarina Batista uma mulher moderna nos anos 20, que se recusa a se restringir em ser apenas uma dona de casa e Petruchio um homem que acredita que a mulher deve ser a rainha do lar.

O embate cômico desses dois personagens, vividos por Adriana Esteves e Eduardo Moscovis, foi inspirado na obra de William Shakespeare – A Megera Domada, que já havia sido inspiração para outras duas novelas, A Indomável em 1965 na TV Excelsior e O Machão em 1974 na TV Tupi.

TV Globo | Divulgação

Basear suas produções em livros é um recurso muito utilizado pela emissora carioca. Além de novelas, há ainda séries, minisséries e especiais.

Projeto Assista a esse livro: 

Em 2017,uma parceria com a editora Companhia das Letras, a Amazon e a TV Globo, lançaram o projeto Assista e esse livro. A ideia é disponibilizar trechos de produções globais adaptadas e livros, nos links dos livros digitais, um complemento inovador para a leitura. 

Obras nacionais como O Canto da Sereia de Nelson Motta, Gabriela Cravo e Canela de Jorge Amado e Dois irmãos de Milton Hatoum fizeram parte do projeto. Os livros foram disponibilizados na Loja Kindle em versão e-book. 

Saiba mais sobre o projeto clicando aqui

Novela Bom Sucesso:  Ocupando a faixa das 19h, a novela estreou em julho trazendo para as telas os bastidores da produção literária, com os desafios da sobrevivência de uma editora brasileira. Além das inúmeras referências e citações literárias, a trama ainda reproduz algumas cenas de clássicos como Alice no Pais da Maravilhas e O Conto de Natal

TV Globo | Divulgação

Bom Sucesso conta a história da costureira Paloma (Grazi Massafera), uma mulher batalhadora que luta diariamente para criar os filhos em paz. Após ter o diagnóstico de câncer trocado com Alberto (Antônio Fagundes) dono da editora Prado Monteiro, os dois desenvolvem uma linda amizade. Em meio ao ambiente literário, a história criada pelos autores  Rosane Svartman e Paulo Halm é divertida, leve e cumpre muito bem o papel de entreter e incentivar à leitura.

Pegando o gancho da novela a emissora aproveitou para lançar o Podcast Clube do Livro com ator Antônio Fagundes, que além de dá dicas de leitura, comenta temas relacionados a literatura e interage com leitores. 

Leia também:

Livros para entender a depressão e prevenir o suicídio

15 livros nacionais para ler antes de morrer

25 adaptações literárias para 2019

Mais de 500 mil livros à sua disposição

6 Motivos para conhecer a Casa dos Quadrinhos

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário