Divulgação

Diário de uma paixão

Diário de uma Paixão é uma das histórias mais marcantes do best-seller Nicholas Sparks e dos cinemas, arrecadando cerca de 115,6 milhões de dólares na sua única adaptação.

A história de amor, faz parte das principais listas de romances que marcaram uma geração de leitores e cinéfilos. O livro teve sua primeira publicação em 1996. Já o filme, que deu vida aos personagens de Sparks é de 2004.

O Livro:

A história literária possui os principais elementos de um bom romance: uma paixão impossível, eternizada em um diário, um contador de histórias, muitas frases de efeito, e um amor verdadeiro que supera todas as dificuldades.

“Não há monumentos dedicados a mim e o meu nome em breve, será esquecido, mas amei uma pessoa com toda a minha alma e coração e, para mim isso sempre bastou.” (pág.10)

A história começa em uma casa de repouso, com o personagem Duke narrando um pouco de sua rotina e seus sentimentos em relação a alguém que ama, e a situação em que se encontra. A narrativa é poética e rica em detalhes, literalmente jogando o leitor dentro da história, acompanhando cada passo do personagem que descreve até mesmo o piso em que caminha.

“Ando sobre um piso revertido de ladrilhos brancos e salpicados de cinza, como os meus cabelos e os da maioria das pessoas daqui, embora nesta manhã eu seja o único no corredor.” (pág.11)

Todas as manhãs, ele visita uma mulher e conta-lhe a história escrita em um diário. Por meio desta história, ele espera reviver algum sentimento e aparentemente algum momento que faça sentido para ela.

No Diário está registrada a história de Noah Calhoun e Allie Hamilton na década de 1940. Allie é uma menina rica, cheia de perspectivas e muito à frente do seu tempo. Enquanto Noah é um rapaz pobre, que vive modestamente com o pai em Nova Berna.

A história dos dois se cruza quando a adolescente Allie vai passar férias na cidade. Eles se apaixonam perdidamente e vivem as primeiras experiências de amor juntos, proporcionando lindos momentos do primeiro amor.

Um típico amor de verão, que acabará por conta do abismo social.  A separação é evidente, uma vez que a família de Ellie, pensando na “proteção e futuro” da filha, fará de tudo para impedir esse amor. Inclusive, esconder cartas que Noah escreverá para ela ao longo de um ano.

De coração partido, os dois seguem suas vidas. Noah vai para a guerra e Allie para a faculdade.  Catorze anos depois, Noah está de volta a pequena cidade com uma nova missão: reformar uma mansão antiga, que sempre foi seu sonho e que marcou sua adolescência. Nesse lugar Noah e Allie tiveram sua primeira noite de amor.

É justamente a reforma da casa que leva Ellie de volta a vida de Noah. Prestes a se casar com o milionário Lon, ela vê uma reportagem que estampa Noah orgulhoso ao lado da mansão, e não tem dúvida, partindo imediatamente para revisitar seu passado. A princípio sem entender o que de fato a leva para lá.

O reencontro deles reacende a chama do amor. Agora adultos, as emoções são diferentes, mais intensas e maduras. Noah desperta em Allie sua criatividade e dá a ela a possibilidade de ser ela mesma, sem a pressão social das convenções que vive com o noivo e sua família. Até que chega o momento da decisão, com quem Ellie vai ficar?

Ao final da leitura do diário, Duke espera ansioso pela reação da amiga. 

Diário de uma paixão é uma história doce, singela, dessas perfeitas para aquecer o coração e celebrar o amor.

Veja o trailer: 

A Adaptação:

Adaptações tendem a exagerar e muitas vezes não fazer jus a história literária, excluindo em sua maioria o charme e os pequenos detalhes que marcaram o leitor.

Apesar das diferenças entre as produções, o livro e o filme se completam. A adaptação, inclusive, traz cenas necessárias que ficaram de fora no livro. A gente só se dá conta disso, ao assistir as cenas do diretor americano Nick Cassavetes.

“Era um romance improvável. Ele era do interior. Ela da cidade. Ela tinha um mundo aos seus pés. Ele não tinha um centavo.”

Divulgação

O filme explora o arrebatamento da paixão de verão, como eles se conheceram e como construíram seus laços.  Enquanto no livro o encontro deles é natural e puro, sem forçar a barra, mas também sem muitos detalhes, o filme traz um Noah totalmente desesperado pela atenção da moça, subindo em uma roda gigante em movimento só para fazer com que ela aceite sair com ele. Cenas como essa, deram a adaptação mais movimento e ação.

Divulgação

O aparecimento do pai de Noah e a interação dele com Allie foi bem real e legal, assim como a passagem de tempo de adolescentes para adultos. Noah apesar de sexy, é sonso e introspectivo. Raramente abre a boca para se expressar, optando mais pelas caras e closes, explorando o charme do galã. Mas dá uma preguiça, como ocorre no encontro entre Allie e Marta.

Na literatura a paixão domina, é poético e inspirador. Já o filme é mais contestador, Noah conquista Ellie e a instiga a quebrar padrões, mudando assim algumas percepções sobre os personagens. 

A adaptação apresenta várias fases do casal, intercalando a rotina atual dos idosos na casa de repouso.

Divulgação

Encaixe perfeito

É impossível não pensar em Diário de uma paixão e não enxergar Ryan Gosling e Rachel McAdams como um casal verdadeiro. A química entre os dois é perfeita. Embora isso ocorra tanto na versão jovem com os dois, como no casal de idosos James Garner e Gena Rowlands. O casal idoso é fofo, enquanto o casal jovem é ardente.

As duas gerações dão vida aos personagens literários, sintetizando as emoções e representando com louvor as descrições de Sparks.

Ao dar destaque para o casal de idosos, a adaptação apresenta o amor em sua essência mais pura. O contador de histórias desafia a ciência quando vence a doença da mulher, Alzheimer, fazendo com que ela se lembre do passado, revivendo sua própria história de amor.

Divulgação

No final, o amor vence todas as batalhas, emociona e toca profundamente com a sua mensagem. E é isso que verdadeiramente importa quanto tiramos um tempo para ler ou assistir um romance.

Livros ou suas adaptações? É sempre polêmico, né? Veja outros comparativos aqui  

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário