Capa do livro O Coração do Imperador

Guilherme Santos apresenta um grande mistério em O Coração do Imperador

Acompanhou a chegada do coração de Dom Pedro I para a comemoração dos 200 anos de independência do Brasil? Imaginou se alguém rouba esse artefato? Bem, o jornalista e escritor mineiro Guilherme Santos escreveu sobre esse crime em O Coração do Imperador.

Em sua segunda obra, Guilherme escreve um romance policial onde acontece o misterioso roubo do coração de Dom Pedro I, na cidade de Porto, em meio a um assassinato que choca a sociedade portuguesa. A investigação fica por conta do inspetor da Polícia Judiciária portuguesa, Afonso Henriques, que ao seguir as pistas acaba viajando para o Brasil.

Em terras brasileiras, Afonso Henriques se une ao policial federal João Inácio e a historiadora Isabel L’Acolle para solucionar o caso. O trio acredita que o crime pode estar ligado à mais antiga vertente da Maçonaria brasileira e encontram diversos mistérios que escondem uma verdade surpreendente.

Guilherme Santos é maçom e mostra fatos interessantes sobre a Maçonaria brasileira. E não pense que é apenas caso fictício. O autor comenta sobre o desconhecimento dos brasileiros sobre Dom Pedro I ser maçom.

É fato histórico que o processo que levou à Independência teve uma participação fundamental da Maçonaria. O livro apresenta uma trama interessante e instigante, levando o leitor comum para esse universo, deixando claro o que é, de verdade, a Maçonaria e contando uma parte, pouco conhecida de nossa história, bem como, um pouco mais do homem por trás da figura história de Dom Pedro I. Comenta o autor.

Você encontra o livro no site da Gulliver Editora.

Mais novidades do mundo literário, continue navegando!

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *