Ligue Djá – Afinal, o que aconteceu com o lendário Walter Mercado?

A resposta para essa pergunta está no documentário recém lançado pela Netflix sobre o astrólogo e vidente Walter Mercado, conhecido no Brasil pelo bordão Ligue Djá.

A propósito, conhecer o bordão “Ligue Djá” faz parte daqueles testes que revelam idade. Walter Mercado é um ícone da TV dos anos 90.

Tenho na memória a magnitude de suas propagandas ao longo da programação televisa em todos os horários, desde o intervalo dos desenhos infantis, a telejornais. Capa brilhante, esvoaçante, muitas pedras, colares e um sorriso carismático no rosto, certamente é a principal lembrança que todo brasileiro que viveu essa época terá.

Quem foi Walter Mercado?

O documentário de pouco mais de uma hora e meia, resgata a trajetória do mais famoso e midiático
astrólogo que o mundo já conheceu. Um artista brilhante, uma boa oratória, vestimentas extravagantes, escondem um homem que sofreu preconceitos, duros golpes, nunca revelou sua sexualidade e fascinou milhões de pessoas mundo afora. 

Da ascensão à queda, com trechos que mostram depoimentos de amigos, parentes e do próprio Walter em diversas fases de sua vida, o documentário é agradável e nostálgico, porque a figura do Walter Mercado é essa, de um astrólogo excêntrico que pregou o amor e a paz em suas previsões, até para os signos mais complicados (rs).

O documentário aborda temas desde a sexualidade de Walter, até então um enigma, ao fascínio popular pela astrologia, sua mediunidade, histórias de cura e culto a diversas religiões. Destaque para o sumiço repentino no auge da fama.

Mesmo quem não acredita em astrologia, conhecer a história de Walter é, antes de mais nada, um resgate cultural dos anos 90 e de um dos seus mais importantes personagens, para quem viveu a época e para quem hoje usa seus memes e Gifs sem ter ideia de sua relevância. 

O documentário Ligue Djá estreou na Netflix em 8 de julho.

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário