André Souto e o lançamento Sob a Luz Negra

Escritor mineiro lança romance a partir das ambiguidades do sistema de segurança pública, conheça Sob a Luz Negra

Atualmente morando em Brasília, onde é servidor do TJDFT (Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios), o mineiro André Souto faz sua estreia pela Editora Penalux com o livro Sob a Luz Negra. A partir do seu conhecimento sobre o sistema de segurança pública brasileiro, Souto criou um romance que aborda a vida no cárcere e a violência urbana no país, reverberando em discussões sociais, políticas e existenciais.

O leitor é apresentado ao casal Oscar e Nina, que também moram em Brasília. Ele é agente em um presídio federal de segurança máxima, lidando diariamente com os criminosos mais perigosos do Brasil. A rotina no trabalho transforma o convício em casa, onde adota rígidos protocolos de segurança.

Nina acaba sendo contaminada pelos medos e paranoias do marido e, somado as suas condições psicológicas, ela acaba desenvolvendo um fascínio por armas, misturando pânico e os sentimentos pelo marido. Acompanhe um trecho da obra:

Somos selvagens, dotados de uma malignidade intrínseca e imutável. É a ação coercitiva do Estado que mantém a ordem entre os seres humanos, inaptos por natureza para viverem em grupos. (…) Ao conhecer as engrenagens do crime, como nascem os lobos, logo se nota que, na realidade, as forças de segurança são as somas de todos os medos, uma máquina que gira seus mecanismos para combater a violência com mais violência, quando lhe é conveniente (página 99).

O livro está disponível neste link.

Mais novidades do mundo literário, continue navegando!

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *