Três filmes para o dia da mentira

Olá, pessoal!

Domingo é o dia da mentira e para comemorar essa data tão engraçadinha vou indicar três filmes que tiveram a mentira como base. Tenho certeza que você já viu muito filme por aí se dizendo “baseado em fatos reais”. Um marketing gigantesco em cima da veracidade dos fatos quando na verdade, era tudo mentira, apenas para encher as salas de cinema! Eu sei que você, assim como eu, já foi trolado pela propaganda enganosa de um filme. É claro que hoje estamos muito mais descrentes e ficou muito mais fácil descobrir as mentirinhas de uma produção, mas, ainda assim, acontece.

Bruxa de Blair

 Um dos mais clássicos casos de mentira deslavada com certeza é a “Bruxa de Blair”, de 1999. Com um orçamento de cerca de apenas 60 mil dólares, o filme arrecadou em torno de 250 milhões, e tudo isso baseado em uma gigantesca campanha de marketing que afirmava categoricamente que tudo era real, que os fatos vistos na tal fita de vídeo tinha realmente acontecido. Até um site falso foi criado para que as pessoas pudessem acessar os fatos. Obviamente, hoje sabemos que tudo não passou de muita esperteza da produção. Mas não podemos negar que deu certo!

Os Estranhos

 Filme de 2008, também é um caso clássico em que o marketing girou sobre tudo ser baseado em fatos reais. O que gerou muito medo nas pessoas. É claro que depois, o diretor Bryan Bertino, revelou que a ideia surgiu quando ao ficar sozinho em casa com a irmã, pessoas bateram na porta perguntando por uma pessoa que não morava lá. Mais tarde ele descobriu que eram ladrões que usavam desse artifício para roubar casas vazias. Quem já viu sabe que o filme já tem esse ar de coisas que realmente poderiam acontecer de verdade, imagina com a propaganda inteira falando que foi real. Assustou muita gente!

Contatos de 4º grau

É outro filme (2009) que causou extenso burburinho pois se dizia real. O diretor lançou mão de estratégias como dividir a tela ao meio e mostrar em uma das partes gravações de uma fita de vídeo se dizendo verdadeira. Milla Jovovich que interpreta a psicóloga Abigail Tyler, aparece no início do filme afirmando que tudo aquilo que ela irá encenar aconteceu de verdade. É claro que ficou muito nítido que não era. Inclusive a comunidade de ufologia ficou foi bem irritada.

Venhamos e convenhamos, antigamente era muito mais fácil enganar as pessoas com essa história de “baseado em fatos reais”. Hoje, meu amor, com um celular na mão e dois minutos, as pessoas descobrem até a cor da cueca do diretor, que dirá se a história é verdade ou mentira. Tá achando que engana nóis, engana nada!

Da próxima farei indicações de filmes que REALMENTE são baseados em fatos reais. O que acham?

Até a próxima!!!

Confira outros posts da coluna TerrivelMente.

As opiniões expressadas aqui são exclusivas da colunista. Entre em contato pelo e-mail josiane@literalmenteuai.com.br

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário