Tic… Tac… da Vida!

 

Ela não tem volta

Muito menos replay

Segue-se sempre em frente

É uma linha contínua

 

E a cada Tic…Tac… do relógio

É um momento

Que já  passou

E se tornou uma lembrança

 

Aquela de quando

Ainda era uma criança

Tic…Tac….

Lembra da adolescência

 

Das atitudes de imprudência??

Tic.Tac…

Lembra da faculdade?

Dos seus antigos amigos

 

Daquele amor

Que te tocou

Tic… Tac…

Agora já é casado?

 

Tem filhos?

Não tem?

Tic…Tac…

Sinto muito

 

O tempo já passou

Agora você

É um(a) Avô(ó)

Não aproveitou?

 

Se arrepende?

Sinto muito

Tic…Tac…

A vida já acabou!

 

Não de Bobeira… Não tenha preguiça… O tempo passa rápido demais pra não aproveitar!!

Gostou dessa poesia? Se inspire! Leia mais:

A garota errada

Perdido estou

Se você além de gostar de poesia, também escreve, divulgue aqui. Envie seu texto para contato@literalmenteuai.com.br

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário