Heidi a menina dos Alpes | Johanna Spyri

Heidi a menina dos Alpes é uma história linda e que marcou a infância de muitas pessoas, assim como a minha. O livro foi escrito pela suíça Johanna Spyri em 1880, e em poucas páginas nos leva a um mundo encantador e surpreendente.

Li esse livro aos 11 anos de idade e resolvi reler agora, 20 anos depois. A minha visão foi diferente, mas o encantamento pela história permaneceu o mesmo.

Heidi é uma menina órfã de 5 anos que vive com a tia materna desde o seu nascimento, mas após a tia Dete receber uma proposta de emprego, a garotinha terá que ir morar com o avô paterno, um parente distante que ela nunca teve contato.

O avô é conhecido por todos como o “Tio dos Alpes”, ele mora no alto da montanha totalmente isolado e não se relaciona com ninguém do povoado mais próximo.

Heidi chega na vida desse senhor para transformá-lo e ensinar muito sobre humildade, empatia e amor ao próximo, inclusive ao leitor.

Ela vive lindas histórias no alto da montanha, até que sua tia retorna e a leva para morar em Frankfurt, em uma casa onde será a dama de companhia de uma criança com uma deficiência física, que vive sob os cuidados de uma governanta, enquanto o pai viaja muito a trabalho.

Nesta casa a pequena Heidi viverá várias histórias que nos fará apaixonar ainda mais por ela. Sabe aquela vontade de pegar no colo e fazer carinho? É assim que seguimos enquanto lemos o livro.

Heidi é uma criança interessante, esperta, inteligente e muito a frente das crianças de mesma idade. Ela nos leva a conhecer e imaginar perfeitamente os Alpes Suíços, a neve, as flores e até o sabor do delicioso pão com queijo.

Como a história é curta não posso contar mais sobre ela, mas esse é um livro infantil que vale muito a pena ler para as crianças. E mesmo adultos, há mensagens e lições importantes que nos fazem refletir sobre as atitudes diárias de nossas vidas.

No Resenhando você encontra resenhas de todos os gêneros literários.

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário