Reclusão estimula leituras

*** Marília Paiva –  Presidenta do Conselho Regional de Biblioteconomia – 6ª Região (MG e ES)

O isolamento social já é uma realidade brasileira. As emoções relacionadas à pandemia decorrente do novo coronavírus são intensas, desde o medo da infecção até a ansiedade causada pela reclusão, ainda sem previsão para acabar.

O estresse já está atingindo muitas pessoas nesse cenário incerto. A melhor dica para enfrentar esse momento é investir em atividades que distraiam o pensamento e os sentidos, usando o poder das narrativas. Há opção melhor que deixar a imaginação viajar pelo mundo dos livros?

A leitura apresenta diversos benefícios relacionados à concentração e a criatividade. O exercício de imaginar as características dos personagens, as interações, paisagens e as cenas, é muito benéfico para o cérebro, estimulando competências e habilidades como a criatividade.

O leitor pode se transportar para a história e se tornar parte do enredo como um observador, esquecendo um pouco dos acontecimentos do cotidiano. Desde histórias leves, com enredo divertido e de fácil compreensão, até construções literárias mais complexas e sofisticadas; de histórias fantasiosas e mágicas até obras que misturam ficção com fatos reais, muitas podem ser as escolhas para afastar os pensamentos de um cotidiano tenso.

A prática da leitura apresenta ainda benefícios a longo prazo. Um estudo do jornal Neurology apontou que os adultos com hábito de ler preservam as habilidades mentais por mais tempo, prevenindo o surgimento de sintomas de diversas doenças, como demência e Alzheimer.

O foco da leitura também pode estar nos estudos ou na capacitação profissional. O cancelamento das aulas propicia aos estudantes usarem o tempo para adiantar a leitura de artigos e livros importantes, ou até mesmo, investir em conteúdos complementares, adquirindo conhecimento extra.

A tecnologia pode ser uma boa aliada com a disponibilização de diversos materiais on-line. Os profissionais também podem aproveitar para ler conteúdos que agreguem e melhorem a atuação diária, utilizando o tempo livre para sua capacitação.

As crianças também se beneficiam da leitura nesse momento. Os pais devem aproveitar o tempo livre dos pequenos para incentivar ainda mais a formação da leitura como um hábito. Os pequenos estão acostumados à agitada rotina escolar e precisam de entretenimento.

A leitura é uma ótima opção, sendo possível aproveitar os títulos existentes em casa, ou recorrer aos e-books e demais plataformas para leitura digital.  Assim, quando o cotidiano escolar retornar à normalidade, a criança terá mantido e até aprimorado sua competência leitora . 

O isolamento social e o momento atual implicam em grandes preocupações, mas também podem ser uma interessante oportunidade de dedicação a práticas saudáveis que promovam a aquisição de conhecimentos e o ampliação do pensamento e da criatividade. Seja para viajar em mundos desconhecidos, seja para aprofundar em outros conhecidos, os livros – seja em qual formato for – proporcionam experiências que podem mudar o cotidiano e amenizar os impactos da reclusão.

Leia mais

Livros para autoconhecimento

7 livros infantis que ensinam a pais e filhos

15 livros nacionais para ler antes de morrer

6 motivos para conhecer a Casa dos Quadrinhos em BH

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário