Pequenos Prazeres – Antes dos 30

Você já sentiu uma sensação de prazer, mesmo que pequena, fazendo coisas simples, do dia a dia? Falo sobre pequenas sensações em situações corriqueiras.

  • Tirar os sapatos de salto alto e colocar os pés no chão.
  • Pisar na grama com os pés descalços.
  • Soltar o cabelo que estava preso de forma apertada.
  • Fazer um coque despreocupado, em dia de calor.
  • Trocar a roupa de um dia de trabalho, por um pijama velho e confortável.
  •  Fazer carinho no seu pet, depois de um dia frustrante.
  • Abraçar a pessoa que você ama e sentir o cheirinho de amaciante, na roupa dela.
  • Receber uma ligação daquele amigo que a rotina levou para longe.
  • Ter crise de riso, até chorar e doer a barriga.
  • Ganhar uma barra de chocolate, quando você não está esperando.
  • Cheirar o livro novo, antes de iniciar a leitura.

Talvez você concorde comigo que todos esses pequenos prazeres são especiais e, provavelmente, você tem uma lista com seus pequenos prazeres diários também, mas, quantas vezes você repara e valoriza isso? São situações que esquecemos de valorizar, por causa da correria, por causa das preocupações, do cansaço, enfim.

Uma viagem para praia, um happy hour com os amigos do trabalho, renovar o guarda-roupa, passar no vestibular, ser promovido, são grandes prazeres e são esses que ficamos doidos para comemorar, mas, infelizmente, eles não acontecem todos os dias. Por isso, precisamos valorizar qualquer alegria, por mais simples que seja. Há felicidade e prazer nas coisas simples também. Principalmente se esse prazer simples, seja uma bela porção de batata frita, matar a sede depois de uma corrida ou assistir a um filme, com uma pessoa que você ama.

Já pensou em fazer uma listinha também? Coloque nessa lista pequenas coisas que você gosta de fazer e tente realizar pelo menos uma delas, todos os dias.

Gostou da coluna “Antes dos 30“? Se você já passou dos 30, não se preocupe, aqui  tem um espacinho pra você também. Confira: “Depois dos 30“.

A coluna Antes dos 30 é publicada aqui aos sábados, quinzenalmente. As opiniões e fatos não refletem, necessariamente, a opinião de todas as pessoas que estão perto de completar 30 anos.
Entre em contato com a colunista pelo e-mail afia@literalmenteuai.com.br

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário