O Repetente: Light novel do escritor brasileiro Henrique Zimmerer

O Repetente é uma light novel do escritor brasileiro Henrique Zimmerer, com lindas ilustrações, uma leitura ágil, cativante e emocionante!

Ken Akira carrega sobre os jovens ombros o estereótipo do adolescente rebelde, que não tem amigos, revoltado e até violento, digno de um repetente. Porém, ele carrega muito mais que essa carapuça, Ken vive a ansiedade da busca pelas respostas para o assassinato da sua mãe, uma famosa psicóloga japonesa, que teria sido morta por um de seus pacientes.  Desde então, Ken estuda o caso e as investigações policiais, e acredita piamente que o padeiro, principal suspeito do crime, seja inocente.

Seu melhor amigo, e, inclusive, um dos melhores personagens do livro, é seu pai, o Sr. Aoki, um alfaiate famoso, que lida com bom humor e uma espiritualidade ímpar com as escolhas do filho, a morte da esposa e o iminente julgamento do principal acusado pelo crime. 

Na escola, apesar da máscara de durão, há alguém que consegue quebrar o gelo no coração do repetente, sua amiga Keiko, também com uma personalidade ímpar. Keiko é divertida e tem umas tiradas que desarmam a marra do Ken..

Com o avançar da leitura, descobrimos que Ken, na verdade, tem um grande coração e eu não vou dar spoiler em relação a isso. Ele sofre as angústias de qualquer adolescente mundo afora, e ainda tem que lidar com todos esses dramas, praticamente tomando decisões sozinho. Decisões que envolvem promessas, busca por justiça, e em meio a tudo isso, lidar com a vida escolar, em um ambiente favorável a descobertas, dilemas, paixões e debates de temas importantes, como o bullying. 

“O senhor Itsumi seria condenado, e ele não fez nada. Mais uma pessoa morreria por ele não conseguir cumprir a promessa que fez para a mãe.” (pág.195)

Quando Ken dá uma chance a si mesmo, ele começa a descobrir novos horizontes, como  a amizade improvável entre ele, Keiko, Yoko (garota popular da escola), Hiroshi (o gordinho que sofre bullying) e Mina, a jovem gaga e desenhista muito talentosa, que desperta a paixão de Ken. 

É muito fofa a descoberta do amor entre o casal (Mina é uma garota de atitude) e o fortalecimento dos laços entre os amigos, apesar de que haverá momentos tristes, bem tristes e é praticamente impossível não cair uma lágrima.  

“Estava só. Um idiota solitário que só queria um abraço. Alguém que não percebeu que tudo que precisava era de pessoas que pudesse amar. Que tudo que queria era ser feliz com quem gostava.” (pág.207)

A história é muito interessante,com destaques expressivos à cultura japonesa, já que se passa em terras nipônicas, mas com alguns bons pitacos bem brasileiros. Gostei muito da construção dos personagens, da facilidade da leitura e compreensão da história. 

O autor fechou muito bem a história, avançando alguns anos, mostrando como os personagens estão encarando a vida adulta. Não deixou nenhuma ponta solta! 

O Repetente é uma publicação independente e está disponível em várias plataformas de venda. Eu adquiri o exemplar no Shoppe, ganhei frete grátis e ainda autógrafo e marca páginas. 

Vem ler outras notícias do universo literário, filmes e séries. Clique aqui!

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário