O casamento entre o céu e a terra

Escrito por Leonardo Boff, O casamento entre o Céu e a Terra ganha nova edição

Leonardo Boff e a Editora Planeta lançam a nova edição de O casamento entre o Céu e a Terra – Contos dos povos indígenas do Brasil.  Com introdução do escritor Daniel Munduruku e ilustrações da artista indígena Daniela Ramos, a obra apresenta relatos, mitos e histórias dos povos originários brasileiros.

Divido em duas partes, o objetivo do livro é ressaltar as contribuições indígenas para a cultura do país. Na primeira parte, conhecemos costumes, modos de pensar e compreender a natureza, através das perspectivas indígenas. Já na segunda parte, conhecemos as etnias e as línguas que se estendem pelo Brasil, além de conhecer elementos contemporâneos da nossa raiz indígena.

As visões apresentadas explicam de forma poética os fenômenos na natureza. A observação do mundo deu lugar a indagações e essas, por sua vez, proporcionaram estórias interessantes que conectam à sabedoria ancestral das comunidades indígenas.

Acompanhe trechos do livro:

O “índio” não existe. O que existe são centenas de nações indígenas, algumas tão diferentes das outras como é diferente o Brasil da Austrália.

Nunca mais deixaram de comer essas raízes. E foi assim que elas se tornaram o principal alimento dos Tupi-Guarani, das demais etnias e da maioria dos brasileiros, fazendo farinha, beijus e cauim. Chamaram então as raízes de Mandioca, que significa “casa de Mandi” ou também “corpo de Mandi”.

Depois de ter vivido feliz com Denaquê por muitos e muitos anos, e ensinado aos Karajá a cultivar o milho, a mandioca e tantas coisas saborosas, Tainá-Can voltou ao céu para continuar a brilhar eternamente. E junto levou sua amada Denaquê. Por isso, como companheira inseparável, também brilha no céu, sempre junto da estrela-d’alva, também uma estrela singela e de brilho esmaecido.

Viemos de um projeto civilizacional que se estrutura ao redor do poder-dominação sobre os outros povos, as outras classes e a natureza. Esta sistemática agressão pode destruir a nós e à vida. Por isso, é urgente que aprendamos formas alternativas de relação para com a natureza. E os indígenas nos mostram o caminho.

Você encontra o livro aqui!

Mais novidades do mundo literário, continue navegando!

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *