Não sou o bastante

Não Sou… O Bastante?

 

Dói viver com medo

Não sentir-se

O suficiente

Não ser o Bastante

 

Não sei o que fazer

E nem como,

Mesmo que soubesse

Não conseguiria

O Bastante eu não sou

 

Tentaram me falar

E eu corria

Para o longe

O Bastante eu não seria

 

Se me gritassem

Eu taparia os ouvidos

Fingiria não ser

Ser o Bastante eu não serei

 

Me mostram

Fecho os olhos

Bem forte

Para não ver a realidade

A verdade

Não sou… O Bastante…

 

Gostou do que leu? Clique nos links abaixo para ler mais!

 

Esperança Resistente

Jogo da Educação

 

Se você além de gostar de poesia, também escreve, divulgue aqui.

Envie seu texto para contato@literalmenteuai.com.br

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário