Não sou o bastante

Não Sou… O Bastante?

 

Dói viver com medo

Não sentir-se

O suficiente

Não ser o Bastante

 

Não sei o que fazer

E nem como,

Mesmo que soubesse

Não conseguiria

O Bastante eu não sou

 

Tentaram me falar

E eu corria

Para o longe

O Bastante eu não seria

 

Se me gritassem

Eu taparia os ouvidos

Fingiria não ser

Ser o Bastante eu não serei

 

Me mostram

Fecho os olhos

Bem forte

Para não ver a realidade

A verdade

Não sou… O Bastante…

 

Gostou do que leu? Clique nos links abaixo para ler mais!

 

Esperança Resistente

Jogo da Educação

 

*A imagem de destaque foi retirada do banco de imagens do Canva

 

Se você além de gostar de poesia, também escreve, divulgue aqui.

Envie seu texto para contato@literalmenteuai.com.br

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário