Me superei

Me superei quando li e ouvi tudo, só queria ser cego, surdo

Me superei quando fui amigo e talvez naquele momento não deveria ter sido

Me superei quando vi os meus sinais incorporados na sua fala ao outro que ama ou amava, me machucava

Me superei quando soube que meus sintomas de amor, faziam presente em você,

Não pra mim é claro, mas pra quem te fez e te faz sofrer

Me superei quando suas pupilas dilatadas, as batidas do coração aceleradas e a falta de ar do nada, eram compartilhadas

Não pra mim é claro e sim ao outro que ama ou amava

Me superei quando analisei, pensei e aconselhei

Teve momentos eu juro, congelei

Me superei quando fui firme e fiquei, não era minha vontade às vezes (eu sei),

Mas se tratando de você não pestanejei, parei, escutei

Me superei quando quis fugir e por alguns momentos não estava ali, 

Te senti, me senti, sofri

Me superei quando vi vocês dois nas folhas de papel A4, que queria ter deixado de lado, não ter pegado, contextualizado

Me superei quando vi nos traços finos dos desenhos, sua dor, seu sofrimento e de algum modo isso ficou aqui dentro

Me superei quando fui te ver e tudo que eu mais precisava era me distanciar de você

Me superei quando você clamava o nome dele e eu queria ser ele

Ah meu Deus, por quê?

Me superei quando mergulhei nessa água fria, que me fez afogar em maresia

Me superei quando peguei o seu fardo, dói ser empático

Me superei quando me coloquei no seu lugar e eu queria estar um dia naquele que ele esteve ou está

Me superei quando o nome dele você falava, era como Kryptonita, dilacerava

Me superei quando fiquei horas ao teu lado, perdido, enganado

Me supero e vou superar

Sou eu quem decido o destino da minha vida, isso nem você, nem ninguém é capaz mudar

Ah me superei esse tempo todo e vou te superar!

 

O texto é uma cortesia do poeta Erick Cristian Junio Braga. Agradecemos sua confiança! Se você também tem um texto especial, uma crônica, conto ou poema, envie para nós no e-mail: contato@literalmenteuai.com.br. Esse espaço é dos leitores. 

Veja outras contribuições clicando aqui.

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário