Mamãe Ficou Dodói: A perspectiva de uma criança sobre a mãe que venceu o câncer de mama

Livro infantil Mamãe Ficou Dodói aborda como falar sobre o tratamento da doença com crianças

Quando crianças precisam passar por situações difíceis, como doenças na família, os adultos nunca sabem exatamente como abordar o tema com os pequenos. Têm aqueles que acreditam, inclusive, que é melhor esconder o que está acontecendo, porque talvez seja difícil uma criança entender a seriedade daquele momento.

A professora mineira de Artes, Fabiana Temponi, decidiu ir pelo caminho da verdade. Diagnosticada com um câncer de mama em 2016, recebeu o principal apoio de sua filha Sarah, na época com quatro anos.

Editora Supimpa/Divulgação

Fabiana enfrentou e superou a doença com sucesso, mas, depois de um tempo, a filha começou a sentir fortes dores no estômago. Uma causa física foi descartada e, numa visita ao psicólogo, a professora descobriu que a pequena tinha apagado da memória o período em que a mãe se tratava.

O jeito encontrado para relembrar a filha e conversar com ela sobre o momento foi escrever um livro. Inicialmente, dedicada apenas a Sarah, a tarefa acabou se transformando na obra Mamãe ficou dodói.

Lançado pela Editora Supimpa no Congresso Internacional de Brincadeiras e Jogos na Educação, em São Paulo, que aconteceu em março deste ano, o livro possui enredo voltado para o tratamento da doença sob o olhar de uma criança. E tem como objetivo ajudar outras famílias a superarem doenças difíceis juntas.

Segundo Fabiana, através da literatura, as crianças podem vislumbrar sua própria realidade e confrontar seus medos, anseios, alegrias e esperanças. “É uma forma de comunicação capaz de gerar empatia e identificação. O contato constante com os livros, não só amplia o conhecimento, como auxilia no desenvolvimento socioemocional. Uma criança que mantém constante contato com a leitura será mais segura de si mesma, pois irá compreender suas vivências e experienciar outros mundos, culturas, viagens”, afirma.

Vendas

Com lançamentos marcados em Governador Valadares, cidade natal da autora, o livro “Mamãe ficou dodói” pode ser adquirido também pela internet, no site linktr.ee/fabianatemponi. A obra tem parte da venda revertida para a Acolhevida, entidade de apoio a pacientes com câncer e doentes renais crônicos.

Vem ler outras notícias do universo literário. Clique aqui!

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário