Girl power para quem? Em seu primeiro livro, Maíra Medeiros propõe democratizar o debate sobre feminismo

Este livro é coisa de mulher populariza temas considerados tabus, como performance de feminilidade e machismo praticado por mulheres, e vem para “mudar o algoritmo” de como a sociedade pensa os papéis de gênero.

A autora Maíra Medeiros, referência na internet quando o assunto é liberdade de ser e de dizer, não economiza nas perguntas mais incômodas para provocar o leitor a pensar de onde vêm os padrões de beleza e comportamento onde tão pouca gente cabe. “Por que ninguém tem tempo para ouvir de uma mulher o que é ser mulher para ela?”, questiona.

Maíra é uma importante porta-voz dos espaços que ocupa no mundo digital, a youtuber começou seu canal por acreditar que temas como empoderamento feminino e aceitação eram poucos falados, e quando alguém tocava no assunto acabava sendo sempre da mesma forma. Este livro também faz parte do desejo de levar para o offline discussões urgentes demais para se restringirem à internet. “Entender o lugar que ocupamos na nossa sociedade e como a sociedade nos vê é nosso dever para confrontar e ‘mudar o algoritmo’ do mundo”, defende a autora.

Este livro é coisa de mulher é uma publicação da Editora Planeta

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário