LiteralMente Bárbara

O LiteralMente é a reunião de amigos que, apesar de todas as diferenças (e olha que são muitas), encontraram algo em comum, a literatura.

Jornalistas e profissionais da comunicação, apaixonados pelos livros, dedicam um pouquinho do seu tempo livre em prol deste projeto, que literalmente, já modificou a vida de muita gente, inclusive a nossa. Conheça agora Quem orgulhosamente, garante o sucesso do LiteralMente,Uai! há mais de um ano!

Bárbara Andrade é uma das idealizadores deste projeto. Atua como redatora e cronista. 

Quem é você? 

Sou uma jornalista de 25 anos, nascida em Belo Horizonte. Hoje, trabalho com comunicação em muitas de suas possibilidades, mas sou apaixonada pela produção de conteúdo. Transformar um tema ou assunto em texto é simplesmente incrível! Amo música, teatro, literatura, cinema… Sou quase a louca das artes, mas, só mesmo, prestigiando o trabalho de terceiros. Talento artístico (em desenvolvimento) só tenho para as palavras.   

Como a literatura entrou na sua vida?

Sempre gostei de ler e acredito que incentivo é tudo nessa vida! Desde pequena, ia à biblioteca para pegar livros infantis, sempre com o apoio da minha mãe, que, inclusive, adora ler.   

O que você faz no Literalmente?

Produção de textos que vão de resenhas à contos, passando por reportagens sobre literatura.

Qual seu texto (publicado no Lit) preferido?

Tenho dois queridinhos, pode? (rs). O conto “Meu encontro com Nina” e a reportagem sobre a Livraria Amadeu, o sebo mais antigo de BH, produzida com colaboração da Josiane.

Se pudesse escolher apenas um argumento para as pessoas lerem mais, qual seria?

Desenvolvimento da criatividade!

Quais suas metas de leitura para 2019?

Ler mais do que li em 2018 e reforçar as leituras de autores brasileiros, em especial os clássicos.

 

Livros que te marcaram em 2018?

Amo livros de fantasia, mas, em 2018, li poucos do gênero. “Uma Dobra no Tempo” merece destaque por ser o livro fantástico que mais gostei. A história não tem nada de muito surpreendente e o universo criado não está entre os cinco mais incríveis, mas os personagens são bem construídos e o livro é bem fofinho. Me prendeu bastante! O problema é que tem continuação e, sinceramente, não vejo necessidade.

::Ping-Pong::

  • Ler é…

Fundamental

  • Quem é seu autor (a) favorito?

J.K. Rowling

  • Um livro que te marcou

“O portão do paraíso”, da Giselda Laporta

  • Qual livro você mais releu?

Harry Potter e a Pedra Filosofal, da J.K. Rowling

  • Nem li, nem lerei?

Saga Crepúsculo, da Stephenie Meyer

  • Um sonho literário

Lançar um livro

  • Seu personagem favorito

Severo Snape

  • Seu gênero favorito

Fantasia

  • Uma frase que te inspira

“Às vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido”. (Fernando Pessoa)

Veja outros perfis aqui

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário