Leitura Tecnológica e Isolamento

*** Marília Paiva –  Presidenta do Conselho Regional de Biblioteconomia – 6ª Região (MG e ES) 

A tecnologia se tornou uma importante aliada nesse momento de isolamento social, pois permite acesso a informações, a leitura, comunicação com parentes e amigos, além de diversão com atividades recreativas.

Muitas pessoas aproveitam para dar uma chance a livros guardados, enquanto outros apostam em versões digitais. Ao contrário do que se pode imaginar, os e-books e as ferramentas tecnológicas são, principalmente agora, importantes aliados das bibliotecas e dos hábitos de leitura. 

Com a imersão cada vez maior da população no uso de eletrônicos, muitos apostaram que era apenas uma questão de tempo para o hábito de leitura de livros impressos ser extinto. E, assim como as cartas se transformaram em mensagens de texto e visitas a amigos em ligações por telefone, o livro seria esquecido. Felizmente, não foi o que aconteceu. 

Os equipamentos eletrônicos se tornaram também ferramentas de leitura, proporcionando conforto ao usuário e oferecendo algumas vantagens: os e-books podem ser acessados do próprio celular ou computador; alguns aparelhos, como o Kindle®, ainda apresentam diversas opções de tela, permitindo até mesmo redução de brilho, para parecer uma página impressa. No fim das contas, muitos utilizam o livro físico e as versões digitais.

Com o isolamento social e a impossibilidade de visitar as bibliotecas, a tecnologia cumpre o papel fundamental de continuar permitindo o hábito da leitura, durante a reclusão.

A leitura de livros, sobretudo de literatura, pode ajudar a acalmar a mente, já que, com tantas notícias reais e ruins sendo bombardeadas em todas as mídias, é normal algumas pessoas sofrerem com a ansiedade e a preocupação.

A leitura propicia uma viagem a outros mundos, a outras experiências, incentivando a imaginação, distraindo dos problemas da vida real, ou até mesmo ensinando sobre a experiência da humanidade em outros momentos difíceis.

As bibliotecas, mesmo fechadas, também cumprem um importante papel, oferecendo livros digitais gratuitamente, selecionando e divulgando pesquisas e dados relevantes sobre a Covid-19, fazendo contação de histórias para crianças, e orientando seus usuários sobre acesso a benefícios emergenciais, etc. 

 O leitor contemporâneo, com acesso à Internet, tem possibilidade de fazer escolhas de forma mais prática: ele pode selecionar a obra, como e onde vai ler, inclusive, acessando um acervo imenso de livros digitais de acesso livre e gratuito. Outra vantagem desse tipo de livro é a acessibilidade, uma vez que existem audiolivros e opções de aumento de tamanho da fonte,  que permitem a inclusão de pessoas com deficiência visual, garantindo a inserção dessa parcela da população no ambiente literário. 

A leitura tecnológica está sendo adotada por leitores assíduos e por aqueles que desejam iniciar a jornada no mundo literário. Já não se trata de uma disputa entre livros impressos e smartphones, mas da coexistência desses dois recursos, que, juntos, adquirem um potencial considerável no acesso à arte, à reflexão e ao conhecimento acumulados pela humanidade. 

Leia mais

Livros para autoconhecimento

7 livros infantis que ensinam a pais e filhos

15 livros nacionais para ler antes de morrer

6 motivos para conhecer a Casa dos Quadrinhos em BH

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário