Capa do livro Extermínio: duzentos anos de um estado genocida

Confira a sangrenta história do Brasil em Extermínio: duzentos anos de um estado genocida

A pesquisadora Viviane Gouvêa mostra a violenta história brasileira na obra Extermínio: duzentos anos de um estado genocida. A partir de uma grande pesquisa, ela apresenta perseguições, o lado arbitrário das leis e a limitação da nossa democracia.

O resgate histórico é apresentado através de trechos de documentos oficiais e registros de testemunhas contemporâneas aos levantamentos históricos analisados. Assim, ela analisou os registros assinados por quem cometeu tais violências, das testemunhas e das pessoas que sofreram esses atos.

Viviane mostra que a tortura foi uma prática comum na construção do Brasil, prevista pela sociedade e pela ambiguidade das leis em diferentes contextos. Do período imperial as operações nas favelas do Rio de Janeiro, a autora demonstra que as forças públicas e privadas de segurança defenderam às ordens de grupos que estavam no topo da hierarquia política e econômica brasileira.

Ao chegar ao final deste livro, talvez os leitores tenham menos estranhamento diante do descalabro de um país em que linchamentos de negros e macumbeiros são vistos quase com tolerância pelo cidadão comum, que consegue (com a consciência tranquila) eleger políticos que defendem tortura, estupro e assassinato se a pessoa mere­cer. Pontua a autora.

O livro é um lançamento da Editora Planeta e também está disponível na Amazon.

Mais novidades do mundo literário, continue navegando!

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *