estrelas artificiais
estrelas artificiais

 

Estrela Cadente

 

As luzes do chão ofuscam

O antigo céu brilhante…

 

As pessoas  olham

Para o que está

Em sua frente

Perdendo aos poucos

A sua mente

 

O lampejo antes tão desejado

Agora é se não

Um mero clarão do passado

 

O brilho artificial

Substitui o original

Permanecendo em nosso alcance

Mesmo tão distante…

 

Cansado da mesma rotina? Leia um poema e veja o mundo com outro olhar! 

 

Salve a Amazônia

Mude Tudo

*A imagem de destaque foi retirada do banco de imagens do site canva.

 

Se você além de gostar de poesia, também escreve, divulgue aqui.

Envie seu texto para contato@literalmenteuai.com.br

 

 

 

 

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário