Deixe a neve cair é mais adaptação literária que foge completamente da história do livro

A Netflix enfim estreou a adaptação do livro Deixe a Neve Cair, um best-seller mundial que captura a essência do espírito natalino em três contos inspiradores e românticos.

A obra, publicada no Brasil pela Editora Rocco em 2017, pegou carona no sucesso do escritor americano John Green e seus diversos fenômenos literários. É um livro que reúne três contos de Natal, escritos por Green e as autoras Maureen Johnson e Lauren Miracle, ainda pouco conhecidas do público brasileiro.

Assim como os best-sellers de Green, A Culpa é das Estrelas, Quem é você Alaska e Cidades de Papel, Deixe a Neve Cair rapidamente chamou atenção da Netflix, que comprou os direitos e, enfim, lançou a adaptação com um elenco teen, com carinhas de sucesso e carisma no mundo jovem, como Jacob Batalon (Homem Aranha e Vingadores Ultimato); Mitchell Hope (Descendentes); Odeya Rush (Dumplin’ e Goosebumps); Shameik Moore (Homem aranha no aranhaveso); Isabela Merced (Dora Aventureira); Kiernan Shipka (O mundo sombrio de Sabrina).

Contudo, o elenco garante apenas mais uma comédia romântica natalina, com muita neve, romance e cenas cômicas para se ver em busca de entretenimento, uma vez que, como adaptação literária, foge totalmente do livro, mantendo apenas os nomes dos personagens e a neve.

Obviamente, isso decepciona qualquer leitor que embarca na adaptação em busca do mínimo possível de fidelidade com a obra literária.

Os contos de Deixe a Neve Cair

Com a noite de Natal, e uma nevasca que transforma quase tudo em neve, como pano de fundo, três casais se abrem definitivamente para o amor verdadeiro.

Para isso, eles embarcam numa difícil jornada de autoconhecimento que, ainda, destaca aspectos como amizade, família, superação e redenção. As histórias se conectam e os personagens, em algum momento da trama, se encontram nos contos. Isso é bem legal. 

Expresso Jubileu | Maureen Johnson: Jubileu conhece Stuart

É o conto mais legal e mais intenso e a história que mais senti falta na adaptação.

A jovem Jubileu tem uma vida bem organizada e certinha. Nas vésperas do Natal, todos os seus planos natalinos, em especial com o namorado Noah, caem por terra quando seus pais são presos em um tumulto para garantir peças exclusivas da Cidade de Papai Noel da Flobie, uma espécie de presépio colecionável. Com isso, Jubileu é obrigada a passar o Natal na casa dos avós em outro Estado.

Ela embarca imediatamente em um trem que, pouco depois de sair, fica preso em uma nevasca. Na lanchonete do trem, ela conhece Jeb, um rapaz bonito e introspectivo que viaja para reatar com a namorada Addie (protagonistas do conto 3), e as barulhentas líderes de torcida (participação importante no conto 2) que viajam para uma competição nacional. A falta de comida, o frio e o clamor das líderes de torcida fazem com que Jubileu abandone o trem e vá para uma loja de waffles na beira da ferrovia.

Lá, ela conhece alguns personagens que vão embalar os outros contos, o Homem Alumínio (reboque), Don-Keun, funcionário da Waffles House, e Stuart, um cara legal porém abalado por uma traição.

Sem previsão para a partida do trem, Stuart se compadece com Jubileu e oferece abrigo em sua casa. Contrariando todas as ordens maternas de segurança, ela segue o garoto, e essa decisão mudará sua vida. A interação de Jubileu com a família de Stuart é ótima, rende boas risadas e aquele quentinho no coração.

Esse conto traz a essência da tradição natalina americana, muita neve, comida, aconchego familiar, mas também explora temas importantes: o amor correspondido e o amor próprio. O namoro de Jubileu é perfeito, porém ela percebe que se dedica sozinha a Noah, que está sempre “misteriosamente” e “ofegantemente” ocupado e não dá atenção nenhuma a ela, mesmo nos maiores apuros. E olha que ela passará por muitos, inclusive cair em um rio congelado.

A amizade com Stuart faz Jubileu reconhecer que seu namoro com Noah não vai nada bem e que, na verdade, o amor da sua vida está mais perto do que ela imagina.
Quando terminei de ler, ansiei muito por uma continuação. É um conto bem amarrado e gostoso de ler.

Deixe a neve cair – Isabela Merced, Shameik Moore – Photo Credit: Netflix / Steve Wilkie

No filme: O casal é interpretado pela Isabela Merced e Shameik Moore, que foram fofinhos, com ótimas atuações dentro do proposta. 

Stuart é um cantor famoso que está cansado da fama e decide dedicar um tempinho a normalidade da vida diária que ele não tem. No trem, ele conhece Jubileu, uma garota bonita e inteligente, que viaja a outra cidade em busca de uma peça rara para a Cidade de Papai Noel que a mãe coleciona.

A mãe de Jubileu está muito doente e a filha vive o dilema de ir ou não para faculdade, em vez de ficar e cuidar dela e do avô. Stuart gosta da simplicidade da vida de Jubileu e se encanta pela garota que não liga para quem ele é.

O Milagre da Torcida de Natal | John Green: Tobin enfim reconhece a melhor amiga Duke como seu amor verdadeiro

A ideia dos amigos, Tobin, JP e Duke (Angie) era passar aquela noite de Natal maratonando os filmes de James Bond no conforto da casa de Tobin. O quarto amigo desse grupo é Don-Keun, funcionário da Waffles House, que está trabalhando naquela noite.

Contudo, a Waffles House acaba de receber vários visitantes na noite fria, vindos principalmente do trem que encalhou na neve. Animadíssimo com a chegada das líderes de torcida, Don-Keun decide chamar os amigos para fazer uma festa no local. Como o lugar é pequeno e os outros funcionários também fazem o mesmo, eles decidem que quem chegar primeiro entra e participa da tal festa.

Dada a largada, os amigos Tobin e JP, impulsionados pelas mulheres, e Duke, pelas batatas rosti do lugar, embarcam em uma verdadeira aventura na neve para conseguir chegar. Em meio aos percalços do caminho, diálogos legais e feministas, Tobin começa a enxergar Duke como menina e reconhece que no fundo ama a amiga para além da amizade. Duke também ama Tobin, mas ele nunca teve olhos para ela.

É o conto mais ágil e movimentado. Os amigos correm risco de vida em meio a neve, enfrentando outros concorrentes que também querem participar da festa e, por fim, o que prevalece é o amor e amizade.

Deixe a neve cair – Matthew Noszka, Kiernan Shipka, Mitchell Hope – Photo Credit: Netflix / Steve Wilkie

No filme: O trio de amigos é interpretado pelos atores Kiernan Shipka (Duke – Angie); Mitchell Hope (Toby) e Matthew Noszka (JP).  Jacob Batalon faz o personagem Don Keon funcionário da Waffles House.

Na adaptação o quarteto de amigos é desfeito e JP aparece como um concorrente direto de Tobin formando o triângulo amoroso com Duke. Tobin é apaixonado por Duke, já tem ciência desse amor e espera o momento certo para se declarar.

Após participarem de uma festa, em que roubam um barril de cerveja para Don-Keun, eles são perseguidos e acabam batendo o carro na neve. Duke segue com JP, enquanto Tobin fica sozinho esperando o reboque. No filme, o personagem homem de alumínio dá lugar a mulher de alumínio, que narra a história deixando sempre umas frases de efeito.

O filme não destaca a aventura e a ação do livro. O reconhecimento do amor pelos amigos é fraco e previsível. Não deu liga.

O Santo Padroeiro dos Porcos | Lauren Myracle: Addie reconhece seus erros e luta para reconquistar seu grande amor Jeb

Jeb aparece nos dois contos anteriores tentando chegar até sua ex-namorada Addie, mas a ausência de sinal de telefone e a nevasca impedem esse reencontro.

Addie não sabe desses empecilhos de Jeb e sofre dramaticamente pelo suposto bolo que tomou de Jeb. Suas amigas Tegan e Dorrie tentam consolá-la, mas não poupam a amiga de umas boas verdades. Addie é egoísta e volta e meia alguém joga isso na sua cara.

Ela relembra o passado contando ao leitor como chegou às vésperas do Natal, sozinha, esperando a compaixão de Jeb e implorando seu perdão. Para tentar se redimir com a amiga, ela se compromete a buscar um porquinho que, junto com Tegan, deu a Dorrie de presente.

Contudo, o trabalho na Starbucks revelará algumas surpresas e coincidências legais, fazendo Addie se redimir com as pessoas que magoou, encontrar os demais personagens dos outros contos e ter seu final feliz.

Esse conto é sobre autoconhecimento e redenção e, também, ressalta a amizade e o amor.

Deixe a neve cair – Odeya Rush, Liv Hewson – Photo Credit: Netflix / Steve Wilkie

No filme: O destaque foi dado apenas para a dupla de amigas, suprimindo a personagem Tegan, importante para compor o trio e dando quase nenhuma visibilidade a Jeb.  A atriz Odeya Rush interpreta uma mimada e chorosa Addie enquanto Liv Hewson como Dorrie.

Addie e Jeb estão juntos, porém a garota sente que a qualquer momento ele terminará com ela. Addie se estressa e briga com a melhor amiga Dorrie, que trabalha no Waffles House e vive o drama de reencontrar seu amor, uma das líderes de torcida que está no local. Jeb foge de Addie e a trata mal quando se encontram.
Addie precisa se reencontrar e, para isso, conta com a ajuda da Mulher Alumínio, com seus ensinamentos natalinos. Por fim, ela dará muito mais valor ao perdão da amiga do que o amor de Jeb, prevalecendo a amizade.

De uma forma geral a adaptação de Deixe a Neve Cair funciona bem como filme natalino, uma comédia romântica que celebra o amor e ressalta a magia do Natal.

Apesar do cenário estonteante, trilha sonora jovem e pulsante, e referências atuais, livro e filme se distanciam muito, tornando para o leitor uma adaptação fraca que, por fim, decepciona. 

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário