Crédito: ASCOM Unifap

Coronavírus: Como proteger os filhos sem entrar em pânico

Nós últimos dias temos recebido um bombardeio de informações sobre o Novo Coronavírus (Covid-19), e a verdade é que ainda existem muitas dúvidas e informações divergentes em relação a essa nova pandemia que tem causado um certo pânico em muitas pessoas.

Sabemos que o pânico não vai ajudar em nada, mas muitas vezes é difícil controlar. Por isso é importante ter em mente a importância de controlar e agir com cautela neste momento. Vamos filtrar todas as informações e manter a cabeça serena para passar por mais este momento difícil de 2020.

Segundo os dados mais recentes, a enfermidade com maior letalidade está entre os idosos. Pessoas acima de 60 anos e com doenças respiratórias são os que mais se destacam no grupo de riscos, mas ninguém está imune, mesmo que apresente sintomas mais leves continua sendo uma preocupação, principalmente em relação a espalhar esse vírus.

A preocupação e responsabilidade em “achatar” a curva de contágio deve ser de todos e para as mamães e papais que tem filhos pequenos a responsabilidade é em dobro, porque além de se preocupar em não repassar esse vírus é importante orientar as crianças a vencer esse momento.

Cabe a nós ensinar sobre lavar as mão o tempo todo, usar álcool em gel, espirrar e tossir no braço ao invés das mãos, entreter eles dentro de casa (uma tarefa difícil), ensinar sobre os cuidados para não repassar o vírus principalmente com os avós ou tios mais velhos.

Tem um vídeo circulando na internet que mostra uma experiência para ensinar as crianças sobre a importância da higienização das mãos. Aqui em casa eu fiz também com minha filha e minha sobrinha e foi muito importante para ensinar a elas sobre o assunto.

Mesmo conhecendo o grupo de risco as mamães seguem muito preocupadas com a saúde dos filhos pequenos, e também no período de gestação. Quem é mãe sabe que mesmo com risco baixo nosso coração não se tranquiliza.

As respostas para as dúvidas sobre esses assuntos ainda são muitas, por isso selecionei algumas matérias de veículos de comunicação e órgãos competentes e que podem nos ajudar a clarear as ideias:

Revista crescer:  Coronavírus: como ficam a gravidez, a amamentação e os cuidados com o recém-nascido?

El PaísO que idosos, pais, mães e gestantes devem saber sobre o coronavírus

Sociedade Brasileira de Pediatria Crianças pegam menos coronavírus? Saiba como a doença afeta os pequenos

Outro ponto que tem afligido também as mamães são o fechamento das escolas. Com essa mudança é importante saber como manter as crianças entretidas dentro de casa (tendo consciência de que não é um período de férias, então nada de programar passeios em lugares públicos), e como trabalhar em casa ao lado delas para as que têm a possibilidade de fazer Home Office. 

Para isso selecionei também outros dois links com dicas para ajudar neste período de “quarentena”. 

Coronavírus: como entreter as crianças em casa com as aulas suspensas

Home office com crianças: dicas para trabalhar em casa com seus filhos

Se você pode ficar em casa, aproveite essa oportunidade para ajudar evitar a disseminação do vírus, e se você precisa sair para trabalhar siga as orientações à risca e cuide da sua saúde e da saúde da sua família!

Vamos dar as mãos mentalmente e juntas combater mais este desafio!

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário