A capa do livro “Eu” do escritor Augusto dos Anjos chama atenção pela sofisticação

Li “Eu” do escritor Augusto dos Anjos em 2012 para o vestibular. Como muitos por aqui devem saber, ler um livro para uma prova é quase sempre uma coisa bem chata. Geralmente são livros dos quais a gente está sempre fugindo, e que lemos torcendo o nariz.

Confesso que no começo eu fiquei meio emburrada de ler um livro de poesias, ainda mais poesias densas, mas à medida que a leitura avançava eu fui me acostumando com a escrita do Augusto e depois disso fluiu muito rápida.

O livro é composto de poesias dos mais variados tons, desde os mais felizes até os bem mórbidos e eles vêm com informações de onde o escritor estava ao escrevê-los.

 

” Deixa ao menos que eu suba à Eternidade

Velado pelo lírio da Saudade

Ao nobre o funeral dos tempos idos!” (pág.254)

Mas, uma das coisas que mais me chamou a atenção nesse livro é essa capa linda. Como já falei por aqui, amo títulos de uma palavra só, e essa capa ainda conta com esse alto relevo brilhante que dá um ar de sofisticação. A edição do selo Bertrand do Brasil, que pertence ao Grupo Editoral Record, destaca-se das outras edições por ser clássica e totalmente diferente das edições a que estamos acostumados. 

Confira a seção Comprei pela Capa. Aqui você encontra várias capas maravilhosas!

Anúncios

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário