Texto BookTags

A BookTag de hoje foi traduzida pelo @pauloratz do Livrarua Em Casa e se você veio achando que isso é aquele jogo de ir se expondo ao mesmo tempo em que fica bêbado (eu nunca fiz isso), você errou (mas se quiser me chamar eu topo).

A tag consiste em seguir uma lista de 10 “eu nunca” e listar os livros que, para mim se encaixam na categoria. Bem simples, né?

Então vamo.

1 – Um livro que todo mundo leu e eu nunca:
Cidades de Papel” : Nessa eu poderia citar qualquer livro do João Verde (é John Green mas achei que poderia traduzir, okay? Okay). Eu não sei se já passei da idade ou se é algum outro motivo, mas nunca me senti remotamente atraído pelos livros dele, se um dia eu estiver de bobeira, eu vejo o filme.

2 – Eu nunca li algo tão maravilhoso:
Eu vou tentar não ficar mencionando “Capitães da Areia” em todas as tags, juro. Mas é um livro tão intenso, tão foda que eu não consigo evitar. Os livros dessa braçada de “vai ter que ler na escola” geralmente são pesados, confusos e a gente nem tá pronto para essa missão. Foi por isso que eu reli essa maravilha de Jorge Amado depois de adulto, e sinceramente, é o livro que eu mais amo em todo o universo. É a história de um grupo de meninos de rua que moram em um trapiche e cometem pequenos delitos para sobreviver, acompanhando o que o destino reserva para cada uma das crianças.

3 – Eu nunca imaginei que iria até o final:

Não é um negócio muito difícil ler um livro chato, a gente se esforça porque o Skoob tá aí pra aumentar o paginômetro, não é mesmo? Mas a saga de Frodo e a Sociedade do Anel em “O Senhor dos Anéis” foi uma das leituras mais exaustivas da minha vida. Entendo que a maioria dos apaixonados por fantasia considerem o livro a obra prima do mundo fantástico, mas pra mim não rolou.

4 – Eu nunca vou terminar isso:

Tudo o que veio depois da primeira saga de Percy Jackson, eu não consigo, tentei, comprei pra ver se andava, mas desisti.

5 – Eu nunca vou me arrepender de ter lido isso:

Eu fiquei acompanhando a Carolina Munhoz por um bom tempo, sem nunca ter lido nada. Um dia, em uma promoção, comprei “O Reino das Vozes Que Não se Calam”. Fiquei decepcionado porque eu não sou o público do livro e nem pensei nisso quando comprei. Mas ela escreve muito bem, agora recomendo pra todo mundo que eu imagino ser o público ideal.

6 – Eu nunca faria isso:

Essa é sobre um personagem que tomou uma atitude que você nunca tomaria. E gente, o Leo, de Todos os Mentirosos, do Lucas Mota vai fazendo as coisas com o poder de forçar as pessoas a dizerem a verdade que soa um pouco infantil. As brigas com os chefes, por exemplo. Mas recomendo a leitura.

7 – Eu nunca queria ter que admitir que li isso:
Se eu pudesse apagar “Crepúsculo” da minha memória, eu faria isso.

8 – Eu nunca li algo tão fofo na minha vida:

“Extraordinário” é um dos pouquíssimos livros que eu quase chorei enquanto lia. É um livro bem pequeno, cheio de significado e tão bonito que nossa!

9 – Eu nunca ri tão alto lendo um livro:
Gente eu ganhei “O Cordeiro”, de Christopher Moore, há uns 4 anos e é a história de Jesus contada pelo seu BFF de infância, o Biff. A história não tem nenhum compromisso religioso, tem é com o humor, diversas vezes eu parava a leitura pra rir.

10 – Eu nunca poderia ter sobrevivido a minha infância sem esse livro:
O “Fantástico Mistério de Feiurinha” foi um dos primeiros livros sem desenhos que eu li e eu fiquei tão encantado que fiz teatro, fiz versão, interpretei o próprio Pedro Bandeira na peça e foi o responsável por eu me tornar um fã desse autor tão sensacional.

E você? Qual a sua lista de livros “Eu Nunca”?

Deixe o seu comentário

comentários

Publicado em

Deixe seu comentário