Aquela fase: meu filho não come!

Essa semana estava refletindo sobre como as fases dos filhos se tornam fases da vida das mães. Eu cheguei naquela fase em que minhas pesquisas no google tem o assunto comida: “Meu filho não come, o que fazer?”. rsrrssr

A cada vez que escolho um novo tema para essa coluna me pego pensando em como cada etapa vivida pelos filhos são as fases de vida das mães. Sempre que converso com outras mães falo e escuto coisas do tipo: “Eita fase difícil”, “estou passando pela fase da pirraça” “ lá em casa estamos na fase do por quê”, “Eu não estou aguentando essa fase da  mordida”, “Vocês vão ver quando chegar a adolescência”, entre tantas outras fases. Por isso eu digo que depois de ser mãe eu descobri que não são só as mães que são todas iguais, os filhos também são.

Se tem uma etapa que praticamente todas as mães já viveram com seus filhos é a da dificuldade na alimentação. Claro, que algumas crianças são mais difíceis e outras passam sem tantos problemas, mas sempre tem aquela parte de não gostar de brócolis, mas amar uma bala. rsrsrsr

Maria com chocolate

A mudança das crianças é muito rápida, um dia elas comem de tudo e de repente elas já não gostam de nada. E as mães ficam no meio dessa situação tentando descobrir como fazê-los comer. O mais engraçado é que muitas vezes não gostam de algo que nunca tinham nem experimentado.

A Maria está assim, escolhe a dedo tudo o que quer comer, ama macarrão e Iogurte. Não pode ver um cachorro quente (só o pão com molho), e se ouvir uma buzina de moto já grita, quero “Pipis” (Pizza). Para conseguir que ela comesse um pouco de fruta esses dias o tio dela fez chup-chup de manga e ai como era diferente ela amou! Mas na maioria das vezes é assim: oferecemos suco e ela fala quero “fegerante (refrigerante)”. Ai eu digo: “você não gosta!” e ela repete “quero Coca mamãe”.

E as pérolas dela não param por ai. A Maria não gosta de milho, e desde que aprendeu a falar ela diz “milho não”, e ela não pode ver um grãozinho de milho na comida que já manda tirar. Até aí tudo bem. Só que de um tempo pra cá ela começou a mandar tirar o milho dos pratos das pessoas também. Eu falo com ela: “A mamãe gosta de milho, Maria”, e ela responde: “Não, milho ruim, tira”. rsrsrrs

Esses dias ela participou de um aniversário surpresa. Quando chegou lá tinha uma torta de frango que tinha milho, e quando ela viu já começou a gritar “não come tem milho”, foi falando para cada pessoa que estava lá que o “bolo” tinha milho e era ruim. rsrsr

Vê se eu aguento?! Esse é mais um daqueles momentos que você tem que ter postura e ensinar a criança que cada pessoa tem um gosto, mas na verdade quer morrer de rir junto com todas as outras pessoas. Ainda bem que nesse dia ela estava com a minha mãe, porque certamente eu ia rir muito.

Ser mãe é assim, viver, com muito amor, a vida dos filhos com todas as suas fases, das mais engraçadas até as mais difíceis e complicadas! Conta qual foi a fase mais engraçada do seu filho?

 A coluna LiteralMente,mae! é publicada quinzenalmente aos domingos. As opiniões e fatos não refletem necessariamente a opinião de todas as mães, mas sim a vivência da colunista.

Quer trocar experiências comigo? Envie e-mail para gabriela@literalmenteuai.com.br

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário