Olá, pessoal!

Hoje a coluna é especial! Primeiramente porque estamos saindo na quarta e não na sexta.  Mas também tem outro motivo: estive na sessão especial da cabine de imprensa do filme “A Morte Te Dá Parabéns”, e como a estreia é nesta quinta, dia 12, nada mais justo que chegar mais cedo pra contar os detalhes em primeira mão para vocês.

Do diretor Christopher Landon, de ‘Atividade Paranormal-Marcados pelo mal’, e mesmo produtor do queridinho da crítica, ‘CORRA!’, Jason Blum, “A Morte Te Dá Parabéns” é um filme despretensioso e que não se leva tão a sério. Talvez, por isso, ele se saia bem em fugir do que já estamos tão cansados atualmente. O filme traz de volta aquele estilo ‘slasher movies’ (filmes de terror nos quais as vítimas, geralmente jovens, são mortas a facadas ou algo do tipo), que foi tão difundido lá pelos anos 2000. Quem não se lembra do assassino do ‘Pânico’, com sua faca afiada, correndo atrás de adolescentes indefesos? Aliás, este filme vai te sinalizar semelhanças com outras histórias que você já deve conhecer, como ‘Feitiço do Tempo’, de 1993, ‘No limite do amanhã’ (2014), e, claro, o já mencionado ‘Pânico’ (1996), maior referência.
Na história, a universitária Tree (Jessica Rothe), que está fazendo aniversário, acorda no quarto de um rapaz após uma noitada. Depois de seguir seu dia normalmente, ela  é brutalmente assassinada por um misterioso mascarado. A loucura começa quando ela acorda na manhã seguinte no mesmo dia, onde tudo se repete, até sua morte. Tree embarca em um looping temporal que repete o mesmo dia de novo, de novo, e mais uma vez, até que ela perceba que somente sendo mais esperta que seu algoz conseguirá escapar da morte. Além disso, a garota descobre também, que pode ser uma oportunidade de se tornar uma pessoa melhor, menos egoísta e estúpida, coisas que ela é em demasia, criando assim, uma série de possíveis suspeitos do crime.

Com um roteiro bem amarrado, que cumpre muito bem o papel de instigar o espectador e criar empatia com a protagonista, “A Morte Te Dá Parabéns” ainda tem outros méritos. É um filme de terror que consegue ser divertido, prazeroso de se ver.  Mistura bem, doses de humor e alívios, mas também sabe instaurar a aura de suspense e tensão na medida e hora certas. Ainda posso ressaltar diálogos divertidos e uma trilha sonora super atual. As reviravoltas e mais reviravoltas também vão chamar sua atenção, vai restar aquela sensação de: Ufa! Ah não, péra!

Enfim, “A Morte te dá Parabéns” é um filme que brinca com os clichês de maneira bem feita  e mostra muita criatividade em meio ao mar de mesmices que temos recebido há uns bons anos. É divertido, interessante, instigante. Vai ser um ótimo proveito do seu tempo. Eu, como você pode ver, adorei! Recomendo!

Assista ao trailer: 

Me conta se você vai ver, e depois me conta o que você achou!!!!

Confira outros posts da coluna TerrivelMente

Até a próxima semana! =)

As opiniões expressadas aqui são exclusivas da colunista. Envie um e-mail para josiane@literalmenteuai.com.br

 

Deixe o seu comentário

comentários

2 Replies to “A Morte Te Dá Parabéns é despretensioso e criativo”

Deixe seu comentário