Oi, pessoal!

Hoje nós vamos conversar sobre um tema que muitos fãs de terror/horror amam, enquanto outros detestam: os filmes sangrentos. Apesar de nas últimas décadas essa não ter sido mais a escolha da maioria dos diretores do gênero, alguns filmes do estilo ficaram na cabeça e são muito lembrados quando o assunto é salgue falso. O gênero começou a perder espaço com a difusão dos filmes “de assombração” no estilo Atividade Paranormal e Invocação do mal, onde o terror é mais subjetivo e, na minha opinião, mais assustador.

Os filmes Trash são quase sempre os que mais fazem uso do artifício sanguinolento em seus roteiros, pois o intuito é quase sempre chocar, pela gastura, pelo nojo ou pelo exagero. 

Sei que esse pode não ser o estilo favorito de muitas pessoas, mas hoje eu vou listar alguns filmes que são verdadeiros rios de sangue! Quem sabe você não decide dar uma chance e no final acaba descobrindo uma nova paixão. Lembrando que nem todos os filmes da lista são exclusivamente de terror.

 

O ILUMINADO

Imagem Internet

Vamos começar com o filme que tem umas das mais famosas cenas de sangue do cinema! O Iluminado conta a história de uma família que vai cuidar de um hotel isolado durante o inverno, quando o patriarca tenta sair de um bloqueio criativo, e acaba descobrindo que o local contém terríveis segredos e oferece forte influencia sobre seus ocupantes. A cena do elevador de sangue demorou incrivelmente cerca de um ano pra ser finalizada e gastou cerca de 900 galões de sangre pra ser gravada! Mas ficou espetacular!!! 

FOME ANIMAL

Imagem Pipoca e Guaraná

Esse ainda é um dos filmes mais nojentos da história do cinema! Muitas pessoas não conseguem nem sequer assistir. Ele conta a história um jovem cuja mãe é muito possessiva, um dia seguindo ele por um zoológico ela acaba sendo mordica por bicho que é uma mistura de rato com macaco e isso vai dar início a uma epidemia de zumbis. Só que gente, são os zumbis mais nojentos do planeta. É sangue para todo lado e ao final o protagonista usa um cortador de grama para destroça-los o que acaba gerando uma cena absurda de sangue e entranhas. Ao todo, foram gastos cerca de 5 mil galões de sangue. E aqui vai um aviso, não veja esse filme enquanto você almoça! Vai por mim…

O SEGREDO DA CABANA

Imagem CinePop

O Segredo da Cabana é um filme que eu particularmente aprendi a gostar. Na primeira vez que vi fiquei me questionando um tempão sobre a real ideia por trás daquele filme.  Inicialmente é um filme dos mais clichês possíveis, com uma turma de estudantes que se isola em uma cabana no meio do mato em busca de ‘diversão’, obviamente eles se deparam com um mal que começa a matá-los um a um. Entretanto, à medida que o filme começa a avançar, você começa a perceber que ele é muito mais que isso, e na verdade pretende fazer uma grande homenagem, bem sarcástica, ao gênero. Ele brinca, de maneira muito bem feita, com diversos clichês do gênero, ao mesmo tempo que também subverte várias narrativas usadas no terror/horror.  O filme é bem sanguinolento, mas a cena final é de pura matança e sangue.

ABISMO DO MEDO

Imagem A escotilha

Abismo do medo também é uma história clássica sobre um grupo de pessoas que se aventura em algum lugar isolado e as coisas não saem conforme o planejado. Nesse filme, um grupo de mulheres que já são acostumadas a escalar lugares difíceis de acessar decidem escalar uma caverna que nunca foi visitada. Entretanto elas acabam ficando presas lá dentro e descobrem que o local é todo habitado por criaturas monstruosas e super sanguinárias. O filme é puro sangue o tempo inteiro, sendo coroado, inclusive, com a cena acima, em que a personagem mergulha em um lago de sangue super nojento. Aviso que você se sente incomodado com lugares escuros e fechados, esse filme não é pra você!!

PIRANHA 3D

Imagem Internet

Piranha 3D está na lista por motivos óbvios, né? Um dos filmes mais trahs dos últimos tempos, que tem o propósito de ser exagerado mesmo. Na história, piranhas pré-históricas são liberadas do fundo de um lago e acabam indo fazer a festa em um parque aquático da cidade (não me perguntem como). Lá, claro, é um festival de sangue, entranhas e muitooo exagero. O filme é tão tosco que em momento nenhum a gente consegue o levar a séria, mas se você não liga para isso… 

A MORTE DO DEMÔNIO 

Imagem ClickFilmes

A morte do demônio é uma refilmagem de 2013, que se vendeu como o filme mais horripilante que veríamos na vida. Não sei para vocês, mas pra mim não foi isso tudo. O filme é muito incômodo pela agonia que causa em seu espectador, pelas cenas explicitas de mutilações e mortes, mas medo não é bem o que a gente sente. Eu pelo menos não senti. Na história um grupo de jovens se isola em uma cabana lá na pqp para ajudar uma das integrantes do grupo que é viciada em drogas. Lá eles acabam lendo um livro misterioso e libertam uma  força maligna que possui a garota. Depois disso, o filme inicia uma sequência de mortes, mutilações, jatos de gosma vermelha na cara uns dos outros e sangue, muito sangue. O filme está lista por suas incontáveis cenas de sangue esguichando e pela incrível cena da chuva de sangue. Ao todo foram gastos incríveis 50 mil galões. É sangue pra um senhor carai.

 

Então fica a dica aí pra caso você curta um filminho bem sanguinolento. E caso não goste, que tal conhecer??

Me conta nos comentários outros filmes que são puro sangue. 

 

Até mais!!

 

Confira outros posts da coluna! É só clicar aqui e conferir. 

As opiniões expressadas aqui são exclusivas da colunista. Entre em contato pelo e-mail josiane@literalmenteuai.com.br

 

 

Anúncios

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe seu comentário