Tecnologia e criança: como lidar com essa relação?

A relação entre tecnologia e criança tem crescido muito nos últimos anos e, assim como outras relações, essa também tem seus malefícios e benefícios. Por isso, é muito importante que os pais tentem encontrar um meio termo e aproveitem o lado bom dessa história.

É cada dia mais comum ver o estreitamento da relação entre eles. Os pequenos estão inseridos no meio tecnológico e sabem manusear eletrônicos melhor que muitos adultos. Essa é uma relação que divide opiniões e que deve sempre ser tratada com muito bom senso.

Para mim essa relação não pode ser demais, mas é importante para o desenvolvimento dos pequenos no mundo atual. Por isso, é importante manter o equilíbrio.

Os celulares e tablets estão liderando nas preferências de muitas crianças. E, apesar de concordar completamente que a criança não deve passar tempo demais nesses aparelhos (assim como na televisão) e que devem ter o tempo de brincadeiras ao ar livre, e interagir com outras pessoas, também tenho que concordar que existe o lado bom do uso desses aparelhos para a criação dos filhos.

1. Estar antenado com a tecnologia

Ao crescer eles serão cobrados por saberem lidar com a tecnologia,  seja na escola, no trabalho ou em lugares aleatórios. Por isso, acredito que a criança ser apresentada e já ir desenvolvendo habilidades é vantajoso.

2. Aprendendo no celular

Existe muita coisa ruim na Internet, mas se selecionarmos bem vamos encontrar vídeos ou programas que ajudam a educar mostrando o cuidado com o meio ambiente, os nomes dos bichinhos, as cores, os números, entre outros. A Maria adora assistir vídeos de música e ela fica cantarolando as musiquinha até em inglês.

3. Tecnologia para diminuir a distância

Não tem nada melhor do que receber uma foto ou um vídeo do filho durante o expediente de trabalho. Eu fico o dia todo com saudade da minha pequena e nada é melhor do que ter a oportunidade de ouvir um áudio dela ou conversar em uma ligação de vídeo para ficar mais próxima (ela mesma já pega o celular da minha mãe, acha a minha foto no whatsapp e liga).

Tudo na vida é questão de bom senso, e com a relação entre a tecnologia e as crianças não é diferente. Além desses benefícios citados, encontramos muitos outros, assim como também encontramos desvantagens nessa relação. Por isso, ressalto mais uma vez a importância da mediação dos pais nessa relação entre criança e tecnologia.

É muito bom ver a esperteza deles ao saberem procurar um desenho no YouTube, tirar foto, fazer vídeo e usar até comando por voz quando ainda não sabem escrever. Mas nós precisamos estar atentos ao que eles estão acessando e ao tempo destinado para celular e computador. Assim como somos responsáveis também por dar exemplo e não ficar no celular o tempo todo, enquanto estamos brincando ou passeando com as crianças.

Vamos seguir aprendendo sobre a relação entre tecnologia e criança e a cada dia descobrindo novas formas de como usá-la a favor do desenvolvimento dos nossos babys.

Se você também tem criança em casa que ama uma tecnologia, conta aqui pra gente: como você lida com essa relação?

 A coluna LiteralMente,mae! é publicada quinzenalmente aos domingos. As opiniões e fatos não refletem necessariamente a opinião de todas as mães, mas sim a vivência da colunista.

Quer trocar experiências comigo? Envie e-mail para gabriela@literalmenteuai.com.br

 

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *