A imagem abaixo rodou o mundo em muitos memes. Mas o que ninguém imaginava era que, a Warner iria fazer um crossover de uma série que acaba de ser renovada, para a 14ª temporada, mantendo-se como uma das maiores audiências da CW, ano após ano e com fãs espalhados no mundo inteiro.

Impala 67 e Máquina do Mistério – imagem internet

Supernatural se junta a Scooby-Doo, um dos desenhos mais clássicos de todos os tempos e temos o fantástico episódio ‘Scoobynatural’ (S13E16), onde a série se joga de cabeça em uma das animações mais famosas de todos os tempos.

Scooby-Doo: um desenho clássico

Imagem internet

Produzido por Hanna-Barbera, Scooby-Doo é um desenho animado, criado em 1969. A série animada é a segunda mais longeva da história, com 28 temporadas até o momento, e mais de 580 episódios. Atualmente, perde apenas para ‘Os Simpsons’, que detém um número maior de temporadas. A série conta a história de Fred, Velma, Daphne, Salsicha e do cão Scooby-Doo.

Os cinco viajam na van denominada ‘Máquina do Mistério’. Eles desvendam mistérios de fantasmas, que sempre são pessoas que tentam enganar alguém e acabam desmascarados.

 

Supernatural: a maior série de sci-f i da TV americana

Imagem internet

Iniciada em 2005, Supernatural conta a história dos irmãos Dean e Sammy Winchester que viajam pelos Estados Unidos, a bordo de um Chevrolet Impala 1967 preto, chamado por Dean de ‘Baby’. Os dois investigam eventos paranormais e inexplicáveis, muitos deles, baseados em lendas urbanas, que foi o mote central das primeiras temporadas e enfrentam criaturas sobrenaturais.

 

O crossover

Com enredos levemente parecidos, juntar as duas histórias parecia algo fácil, mas não era. Diferente de Supernatural, Scooby-Doo, como mencionado acima, não foca na existência real de fantasmas e eventos paranormais. Na animação, as pessoas são desmascaradas pela turma do Scooby.

Pensando em um enredo para adultos, a série leva esse mundo de morte e fantasmas reais, para realidade da animação. Mas o mais legal é a forma de preservar a inocência do desenho. O encerramento do episódio é sensacional. Claro que não vou contar aqui.

Imagem internet

O episódio abusa (de forma bem criativa e engraçada) de todos os elementos usados em episódios de Scooby-Doo. Planos mirabolantes, corridas por várias portas, música tema do desenho e até um racha entre a Máquina do Mistério e a Baby. Cena engraçadíssima.

Interessante destacar que o crossover vem de uma série de episódios ligados, onde Dean, Sam e Castiel buscam 4 artefatos que serão usados para abrir um portal. Fato que é citado no episódio, já que Castiel, antes de se transformar em animação, chega com mais um dos objetos.  

Ponto alto do crossover, que aliás não vemos a muito tempo na série, são situações amorosas dos personagens. A fissura de Dean em Daphyne e de Velma em Sam, rendeu cenas hilárias, sem contar o trio Castiel, Scooby e Salsicha. O episódio é cheio de referências da animação e a história tende a agradar fãs da série e do clássico desenho do cão detetive.

Se levar em conta a repercussão, já que o episódio teve a maior audiência da temporada nos Estados Unidos, novidades como essa são bem vindas. Um detalhe: o episódio ficou em desenvolvimento por anos e, em minha opinião, chegou às telas no melhor momento: quando a série precisava mostrar que ainda tem força para contar uma boa história. Ele deu conta do recado.

Nesta última segunda, 02 de abril, a CW anunciou a renovação de Supernatural para sua 14ª temporada. Detalhe: como informado anteriormente, a 14ª seria a última, mas parece que algo mudou…

No Brasil, o episódio será apresentado, dia 10 de abril, pela Warner. A 12ª temporada da série está sendo exibida na TV aberta, pelo SBT, aos sábados, por volta das 23h.

Assista ao trailer do episódio

A coluna  Território Livre é publicada aqui toda quarta-feira e. Converse com o colunista.  

Envie um e-mail para deni@literalmenteuai.com.br

Você pode também entrar em contato pelo twitter: @denicarlo

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *