Uma mão segurando um celular

Realidade Atual

 

Me sinto enganado

Fui ludibriado…

Me disseram

Que seria bom

 

Que seria divertido

Que valeria à pena

Mas…

Não é bem assim

 

Essa realidade

Cheia de problemas

Estou sofrendo

Morrendo aos poucos

 

Vendo outros

Me acompanhar

Vendo a natureza

Se desfazer

 

Na mão do homem

Vendo o homem

Se desfazer

Na mão da tecnologia

 

Que o tem

Em sua palma

E de pouco em pouco

Domina sua pobre alma

 

O prende em cativeiro

O controla com os dedos!

O homem se conecta

Com os outros

 

Mas se afasta

De si próprio

E daqueles

Não mais próximos

 

Se afastando

Do momento

Do agora

Tentando capturar

 

A imagem

E esquecendo

De viver

E assim vamos

 

Sobrevivendo, existindo?

Vivendo ou morrendo?

Passando stories?

Ou escrevendo a sua história?!

 

Aproveite o tempo que tem pra dizer as pessoas que você as ama!!Gostou dessa poesia? Se inspire! Leia mais:

 

Furto da Imaginação

Meu Começo

 

 

Se você além de gostar de poesia, também escreve, divulgue aqui.

Envie seu texto para contato@literalmenteuai.com.br

 

 

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *