Nasce Uma Estrela é intenso e emocionante

Nasce Uma Estrela é marcado por estreias; a de Lady Gaga nos cinemas e a de Bradley Cooper como diretor. O longa traz drama, romance e música. Impossível não se emocionar.

A história do longa-metragem Nasce Uma Estrela chega aos cinemas pela quarta vez. A nova versão do filme é estrelado pela cantora Lady Gaga no papel de Ally. A mesma personagem já foi interpretada por Janet Gaynor (1937), Judy Garland (1954) e Barbra Streisand (1976).

Ally (Gaga) é uma jovem de personalidade forte que sonha em se tornar uma cantora famosa. Trabalha em um restaurante para pagar as contas. E, sempre que pode se apresenta em um clube noturno de drag queens. 

Determinada noite, o clube recebe a visita do astro da música Jackson Maine, interpretado por Bradley Cooper, indicado três vezes ao Oscar (‘Sniper Americano’, ‘Trapaça’, ‘O Lado Bom da Vida’). 

Ele fica encantado com a apresentação da moça e com a habilidade de compor músicas. Logo decide ajudá-la em sua carreira, ao mesmo tempo em que se apaixonam.

Jack (Cooper) é experiente na música, mas enfrenta problemas com álcool e drogas. A medida que a carreira de Ally decola, o relacionamento pessoal entre os dois começa a desandar e o cantor precisa lutar contra seus próprios demônios.

Confira o trailer:

Direção e música

Nasce Uma Estrela é o primeiro trabalho de Bradley Cooper como diretor. O ator, de 43 anos, acerta no longa em não apelar para excessos ou reviravoltas. Comanda o drama sem clichês, abordando temas atuais e polêmicos do universo musical, além de nos deixar apaixonados pelo casal nos primeiros dez minutos do filme. A química entre Gaga e Cooper é inegável.

Além de marcar sua estreia na direção, Cooper também mostrou suas habilidades musicais, sua voz e composição. A intenção era deixar tudo tão real que tanto Bradley Cooper como Lady Gaga fizeram shows reais em festivais como Coachella (EUA) e Glastonbury (Reino Unido) para serem gravados para o filme.

O resultado do encontro desses dois no palco são arrepios de emoção cada vez que a dupla solta a voz com a intenção de emocionar o público.

Warner Bros. Pictures/Divulgação

A trilha sonora é um caso de amor à parte. O álbum que traz as canções originais da produção já foi disponibilizado pela Warner Bros em plataformas de streaming como Spotify e outros serviços similares. Mas não precisa se apressar para ouvi-las, pois as músicas completam o roteiro e são como uma espécie de diálogo extra, garantindo um toque a mais de intensidade à narrativa.

Dos Palcos às telas do cinema

Conhecida por hits como ‘Poker Face’, ‘Bad Romance’ e ‘Born This Way’, Lady Gaga fez sua estreia na televisão em 2016 e garantiu um Globo de Ouro pelo trabalho em ‘American Horror Story: Hotel’. Em ‘Nasce Uma Estrela’, Gaga consegue mostrar toda a sua grandeza como cantora em performances de arrepiar e se prova definitivamente uma boa atriz. Trata-se, de longe, da melhor atuação de sua carreira.

Warner Bros. Pictures/Divulgação

O elenco coadjuvante do filme também não decepciona, com destaque para Sam Elliott (‘The Ranch’, ‘Reaprendendo a Amar’); Andrew Dice Clay (‘Blue Jasmine, The Blacklist’); Dave Chappelle; Anthony Ramos (‘Ela Quer Tudo’) e Rafi Gavron (‘Bones’, ‘O Acordo’).

Enfim, ‘A Star Is Born’ (no original) não é um filme que força o drama, que força as emoções. É uma triste história de amor que promete emocionar o público. Ao final do filme, muitos irão chorar, muitos irão pensar em assistir o drama novamente e muitos irão correr para ouvir a trilha sonora. Então prepare o coração e a caixinha de lenços.

‘Nasce Uma Estrela’ chega aos cinemas brasileiros em 11 de outubro.

Veja aqui dicas de séries e livros

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *