Dicas de leitura pra quem não vai curtir a Copa do Mundo

A Copa do Mundo 2018 já começou! E as atenções se voltam completamente para o maior campeonato de futebol do planeta! Mesmo o verde-amarelo ainda estando tímido por aqui, muita gente se entrega a essa paixão, esperando ansiosamente pelo, quem sabe, grito de “Hexa!”.

Mas, não podemos esquecer que nem todo mundo se entrega a essa “paixão nacional” e aproveita as folgas do jogo da seleção para se entregar a outros prazeres: filmes, séries, e claro, literatura.  Ok! Para essas pessoas, temos dicas literárias! Que tal colocar a leitura em dia durante a Copa?

As jornalistas Bárbara Andrade, Elis Souza e Josiane Gonçalves, separaram algumas dicas de leitura com estilos bem variados. 

 

Infantil 🎢

Elis: Escolhi “A cor da ternura” como dica porque é um livro de uma escritora brasileira, negra e que conta um pouquinho da sua história real em uma infância pobre, sofrida, permeada de preconceito, mas que passa uma mensagem tão linda e uma grande lição de humildade sobre como viver com ternura em um país racista. Nele conhecemos a pequena Geni, uma menininha muito inteligente e de imaginação fértil, que vai nos contando um pouco sobre a sua vida. Geni Guimarães em menos de 100 páginas consegue mostrar aos leitores de uma forma sensível e bem clara, as situações de racismo que viveu em várias etapas da sua vida. 

 

 

Suspense policial 🔫

Josiane: Minha dica para que não vai curtir a Copa, assim como eu, é ler um livro de suspense bem intrigante e surpreendente. Minha recomendação é o livro Suicidas, do escritora carioca Raphael Montes. A história é sobre nove jovens de classe média alta, que se reúnem em um porão para participar de uma roleta russa. Um ano depois das mortes, o caso é reaberto devido ao surgimento de uma nova pista que poderá jogar luz sobre os acontecimentos e explicar o motivo de jovens que, aparentemente, não tem problemas cometerem suicídio. Um livro eletrizante que me fez ficar até três da manhã vidrada. Cheio de reviravoltas, a narrativa te prende e te instiga a ler mais e mais para descobrir o mistério. E, acredite, quando eu digo que você será surpreendido até o último parágrafo.

 

Romance de época 📿

Elis: Minha indicação é um romance de época. Já que a Copa do Mundo dura um mês, você terá tempo de sobra para ler a trilogia Os Números do Amor, escrito pela Sarah MacLean. São três livros com mulheres empoderadas, afrontosas, e destemidas que desafiam a sociedade e suas convenções em busca de felicidade, liberdade e amor verdadeiro. Calpúrnia Hartwell (Nove regras para ignorar antes de se apaixonar), Lady Isabel Townsend (Dez formas de fazer um coração se derreter) e Juliana Fiori (Onze leis a cumprir na hora de seduzir) mostram que não precisamos de personagens frágeis ou submissas para viverem grandes romances. A trilogia é sexy e picante na medida certa. Desses romances fofinhos que vão te proporcionar uma leitura prazerosa e divertida.

 

Fantasia 🦉

Bárbara: Sempre na minha lista de melhores livros, minha dica é a série literária Harry Potter, da J.K. Rowling. Sim! Eu sei que é quase impossível ler sete livros em um mês, que é o período da Copa do Mundo, mas vale começar do primeiro, A Pedra Filosofal, e ler em sequência. Os três primeiros (A Pedra Filosofal, A Câmara Secreta e o Prisioneira de Azkaban) são mais curtinhos e quem já leu sabe que a leitura flui muito bem. Quem ainda não conhece a história contada nos livros, é uma boa oportunidade para se encantar pela trajetória do bruxinho mais famoso do mundo. O difícil mesmo vai ser parar a leitura no terceiro. Tenho certeza que a Copa vai acabar e você vai seguir com as leituras. Cada releitura é uma experiência diferente, mas a primeira vez é mágica.

 

Ficção científica 🎮

Elis:  “Jogador número 1” é um tributo a cultura dos anos 1980, desde os filmes, músicas, séries, programas de TV e claro, o nosso primeiro contato efetivo com a tecnologia, os videogames. É um dos livros mais inteligentes que já eu li. E foi adaptado este ano sob a benção do escritor Ernest Cline e a direção de ninguém menos que Steven Spilberg. A história se passa em 2040, quando a vida na terra se torna um pandemônio: caos no clima, crise de energia, há fome e miséria por toda a parte, vivemos sobre o que restou de inúmeras guerras. E o único alento de uma geração de sobreviventes é o “Oasis”, uma plataforma de realidade virtual. Quando um dos seus criadores morre se tem a dimensão do valor e da importância da plataforma, como influência mundial, caso caia em mãos erradas. James Halliday deixa no seu testamento um desafio inusitado, toda a sua fortuna e o controle do Oasis ficaria nas mãos de um único “login”, o jogador que conseguisse desvendar todos os enigmas (envolvendo outra grande paixão de Halliday a cultura pop dos 80) e alcançar o seu “Easter egg” ou apenas “ovo”. Dá-se início assim a uma grande caçada e a um frenesi no mundo real e virtual. 

 

Livro reportagem 🗺

Josiane: Cova 312 é um livro-reportagem, investigativo e absurdamente importante e elucidativo, que mostra nuances da ditadura militar no Brasil, por meio de relatos reais, dolorosos e cruéis de um dos períodos mais tristes do país. O fio condutor da história é a vida, prisão e morte do guerrilheiro Milton Soares de Castro, que foi o único morto (cujo corpo nunca fora encontrado, até então), na penitenciária de Linhares, em Juiz de Fora. “Cova 312” é um livro forte e necessário. Muito bem escrito e estruturado, nos imerge em um período que por mais que desejamos esquecer, precisa ser estudado e elucidado.

 

 

Drama | Mistério 🕵

Bárbara: Para os amantes de romance policial, tem dica também: o livro A Garota no Trem, da autora Paula Hawkins, uma história para te deixar sem fôlego e tenso ao mesmo tempo. São vários os momentos de conflito e as histórias dos personagens se conectam de uma maneira surpreendente. É daqueles livros que você não consegue parar a leitura – “só mais um capítulo”. A história ganhou adaptação com a atriz Emily Blunt e aqui vai uma opinião pessoal: ficou ainda melhor que o livro. Agora, vai um conselho: leia antes de assistir ao filme porque os dois têm suas particularidades e ambos são incríveis.

 

Biografia 📝

Elis: Qual a lembrança que você tem da apresentadora da Hebe Camargo? Eu me lembro do sorriso marcante, aquela alegria contagiante, uma energia leve, boa, tranquila que literalmente invadia a nossa casa semanalmente.Ler a sua biografia é imortaliza-la e por isso a leitura é tão importante principalmente para as novas gerações. “Hebe – a biografia” escrita pelo jornalista Artur Xexéo, foi publicada em 2017 pela editora Best Seller. Xexéo nos apresenta uma mulher de origem pobre, que precisou largar os estudos ainda no primário para trabalhar e ajudar no sustento da sua família. 

 

 

Chick Lit ❤

Josiane: Sabe os romances que quando a gente termina o livro, está completamente apaixonada? Que passamos as páginas torcendo para que os personagens sejam o mais feliz possível? Com o romance “Amor nos tempos do ouro”, da escritora mineira Marina Carvalho, será exatamente assim. Uma história emocionante, forte, cheia de aventuras e muita paixão é assim que eu definiria essa narrativa linda. Conta a história de Cécile Lavigne uma jovem franco-portuguesa que perde toda família e precisa vir para o Brasil morar com seu único parente vivo que a obriga a se casar com um homem rude, perverso e que tem interesse apenas na fortuna e juventude dela. Na viagem que a levara as Minas Gerais, Cécile conhece Fernão, um homem do mato, acostumado a todo tipo de trabalho, que fará de tudo para protegê-la.

 

Hot 🔥

Bárbara:  Achou que não ia ter indicação de livro erótico? Achou errado! O livro “Meu Querido Meio Irmão”, da autora Penelope Ward, foi uma surpresa literária. Apesar de ter momentos sensuais e “cenas” quentes, a história foge do clichê, apresentando um casal de protagonistas – Greta e Elec – interessante e cheio de química, rodeado de diálogos mais complexos e um enredo muito bem amarrado.

 

 

LGBT ✨

Elis: “FAKE” é um romance gay, ambientado no Rio de Janeiro, que conta a história do Téo, um jovem de classe média, estudante de direito, espirituoso, inteligente e consciente da sua realidade. Contar para os pais sobre a sexualidade é um tabu que vai virar o seu mundo de cabeça para baixo,  quando ele enfim toma essa decisão. Sou fão do escritor Felipe Barenco, que criou uma história bem dia a dia, com personagem que comem feijão com arroz, fazem bolo, traem e são traídos, pegam ônibus, lavam carro, economizam, cenário super dentro da nossa realidade. “Fake”  é daqueles livros que invadem os seus pensamentos e te faz refletir muito depois de terminar a leitura. Eu sempre indico Fake e digo que ler este livro é uma questão de utilidade pública e deveria entrar na lista de leitura obrigatória nas escolas e na vida de qualquer pessoa.

 

Terror 😱

 

Josiane: Sabe quando um livro te prende e rapidamente se torna seu queridinho? Comigo isso aconteceu recentemente com o incrível “Escuridão Total Sem Estrelas”, do Stephen King.  O livro traz quatro contos incríveis em que imperam a ganância, vingança, inveja, as mentiras, e, claro, o medo! São eles: “1922”, “Gigante do Volante”, “Extensão justa”, “Um bom casamento”. Neste livro que faz total jus a seu nome, King entrega narrativas densas, indigestas, em que imperam a desesperança e os piores sentimentos humanos.  

 

Clássico 👓

Elis: “O Grande Mentecapto” narra as peripécias de Geraldo Boaventura vulgo Viramundo enquanto percorre Minas Gerais enfrentando os tombos que a vida insiste em lhe dar. Sabino narra de uma maneira cômica as aventuras e desventuras desse “Dom Quixote” mineiro que, desde a infância, já teve que se virar para sobreviver. O livro é todo ambientado em Minas e, por isso, é muito fácil se identificar com situações, cenários, histórias, trejeitos e costumes típicos do nosso estado. É um clássico com uma pitada popular, em que a leitura flui com facilidade e prazer. 

 

Quer outras dicas de leitura? Acesse o Resenhando e aumente sua meta de leitura. 

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *