De que VALE a VIDA?

 

A tragédia se repete

Mas, não é a primeira vez

A ganância humana

Cada vez mais

Excede seus limites

Aqueles com poder

Anseiam por mais

Sacrificando tudo

Por meros

Pedaços de papel

 

O ser humano

Está atolado na lama

Pedindo por socorro

Cometendo os mesmos erros

Perdendo tudo aquilo que ama

Assistindo a morte

Da Terra

E aqueles que vivem nela

De camarote

 

O homem esquece

Que nossos recursos

São limitados

Os usam com descasos

Você tá ouvindo isso?

O grito de desespero

Das pessoas afetadas,

Dos animais em perigo

Esperando pela morte

Você tá ouvindo isso?

O choro  de milhões

Que sabem que

Ninguém merecia isso

Você ta sentindo isso?

A indignação  

Direcionadas a você

Valeu a pena?!

 

O que aconteceu não foi uma tragédia, mas um crime ambiental resultado da negligência e da ganância. Sem se importar com o outro!

Crédito da imagem destacada: Fernando Moreno | Futura Press | Estadão Conteúdo

Gostou do que leu? Leia mais, se inspire!

 

Poluição Anormal

Estenda Sua Mão

 

 

Se você além de gostar de poesia, também escreve, divulgue aqui.

Envie seu texto para contato@literalmenteuai.com.br

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *