Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

Como fã de Harry Potter das antigas, esperar a continuação dos filmes sempre foi uma tortura. Ter como base os livros era um alívio e a ansiedade ficava por conta de como seria a adaptação do que você imaginou lendo projetado nas telas. 

A propósito, a experiência de leitura da saga Harry Potter é diferente em cada fase da vida. Já mostramos aqui na reportagem Harry Potter, 20 anos! A experiência de quem leu depois dos 30 anos. Leia a matéria aqui

O anúncio da franquia Animais Fantásticos, dividida em 5 filmes, trouxe um misto de medo e curiosidade pelo desconhecido já que se trata de histórias inéditas. O primeiro deles, Animais Fantásticos e Onde Habitam estreou em novembro de 2016, roteirizado pela própria J.K Rowling (autora dos livros de Harry Potter) e nos apresentou uma nova era do mundo mágico situado algumas décadas antes.

Confira o trailer de Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald: 

Com olhar mais adulto para acompanhar a geração de fãs que cresceram junto com as histórias, esse primeiro capítulo nos conta a história de Newt Scamander (Eddie Redmayne), um magizologista que viaja para Nova York com uma maleta repleta de criaturas mágicas. A maleta acidentalmente se abre e acaba causando diversas confusões.

Dois anos depois, finalmente chega aos cinemas de todo Brasil no dia 15 de novembro  – Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald, segundo capítulo da franquia. Ao contrário do primeiro filme, que tinha ritmo mais lento para apresentar todos os personagens e ambientar o público, o segundo está repleto de ação. Com tom mais sombrio e discursos políticos (bem condizentes com a realidade) o foco deixa de ser as criaturas e passa a ser o conflito entre os personagens.

Gellert Grindelwald (Johnny Depp)

Gellert Grindelwald (Johnny Depp), preso no primeiro longa, é um bruxo das trevas que está reunindo seguidores ao redor do mundo com objetivo de separar bruxos puro-sangue de pessoas não mágicas, uma espécie de “Hitler do mundo bruxo”. Newt, orientado pelo jovem Dumbledore (Jude Law), viaja até Paris acompanhado por seus amigos para tentar impedi-lo e descobrir segredos do passado.

Gostinho de Hogwarts em Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

O filme está repleto de novas criaturas, cenários e personagens, além de outros não tão novos assim. Temos bastante referências aos filmes de Harry Potter e por ser dirigido por David Yates (diretor dos 4 últimos Harry Potter e do primeiro Animais Fantásticos) o clima de nostalgia toma conta. Hogwarts aparece novamente e não tem como, sendo fã da saga, deixar de se emocionar ao ver o castelo que foi palco de tantas histórias tomando forma na tela depois de tantos anos. Essa junção entre as histórias pode causar um pouco de receio nos fãs ao mudar muito do que já estava construído em suas mentes, mas o filme segue coerente. Talvez com algumas observações, mas nada conclusivo até vermos como será o desfecho de tudo no final da franquia.

Newt (Eddie Redmayne)

A trilha sonora segue o mesmo princípio da do primeiro filme, uma mistura da música tema de “Harry Potter” composta pelo genial John Williams, com novas melodias que dão aquele ar de magia. A caracterização continua impecável como no primeiro, ganhador do Oscar de Melhor Figurino, os trajes de época desta vez em tons pastéis para combinar com o aspecto mais sombrio dão todo charme às cenas. O uniforme de Hogwarts também sofreu algumas pequenas modificações para mostrar o passar do tempo e a riqueza de detalhes nos cenários de todas as cenas é incrível.

A atuação dos atores permanece inquestionável, o filme tem um elenco de peso. Newt (Eddie Redmayne) continua com seu carisma de protagonista, Jacob (Dan Fogler) se encarrega de levar a parte cômica do filme nas costas. Jude Law mostra que consegue carregar o peso do personagem com louvor e até Johnny Depp me surpreendeu, conseguindo perder o ar caricato de seus personagens passados e assumindo o papel de intimidador. 

Newt (Eddie Redmayne) e Tina Goldstein (Katherine Waterston)

A Experiência No Cinema

Tive a oportunidade de assistir o filme no formato IMAX 3D e mesmo usando óculos de grau por baixo os efeitos estão INCRÍVEIS! Logo no começo quando aparece a logo da Warner temos a sensação que ele está passando dentro da gente. Os animais feitos em CG estão com um acabamento lindo e os efeitos de câmera captam bem a essência das cenas.

Cena filme

Achei o filme mais dinâmico e bem melhor que o anterior. Talvez se a pessoa não tenha assistido pelo menos o primeiro filme ela fique um pouco perdida pois não temos uma introdução que resgate tudo que se passou até chegar ali…

Se prepare para assistir um filme de impacto e ficar em pé na cadeira de tanta emoção. J.K veio para mostrar que não existe teoria que consiga prever o que se passa em sua mente. Como fã, ainda estou absorvendo tudo o que vi, não consigo acreditar que vou esperar mais dois anos para o terceiro filme da franquia. E, ao que tudo indica, ele terá alguma ligação com o Brasil (vamos torcer!).

Ahhh!! Fujam dos spoilers para sentir  intensamente a emoção do filme até o fim. 

Gosta de ler críticas de filmes de séries? Veja mais na coluna Território Livre

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *