A mais nova sensação do humor mineiro, Stevan Gaipo inova ao inserir um livro no seu show – “Standup comedy – Agora vai”

Mineirinho da cidade de Oliveira, Stevan Gaipo de 22 anos, já está no humor há pelos 7 anos. Sucesso na internet, ele estreia neste fim de semana, em dois grandes teatros de BH e Contagem, o show “Standup comedy – Agora vai”.

Stevan é conhecido pelos vídeos de humor, onde se apresenta contando piadas nas ruas e nos sinais de trânsito da cidade de Divinópolis e também por postar nas redes sociais pequenos trechos de suas apresentações em bares, restaurantes, empresas e eventos fechados que já somam 90 milhões de visualizações. A esquete mais famosa de Stevan é “desabafo sobre a Drogaria Araújo” que já tem mais de 1,5 milhão de visualizações.

Assista aqui é muito bom!

Dos bobos da corte aos palhaços do teatro popular inglês do século XVI, não há um consenso sobre o surgimento dos standups. Também conhecido como “o humor de cara limpa”, o gênero que traz apenas uma pessoa em pé no palco, sem um cenário fixo, apresenta textos originais que retratam o dia a dia de pessoas comuns, como as sentadas plateia. O humorista que encara um standup tem a responsabilidade de sozinho, fazer uma multidão rir. E isso não é fácil, mas grandes nomes do humor no Brasil e no Mundo adotaram o estilo que caiu no gosto popular.

“O grande boom do Stand Up no Brasil ocorreu em meados de 2009, na ocasião movido pela febre dos concursos de humor na TV. Agora o gênero volta a ocupar lugar de destaque, dessa vez devido às redes sociais, onde muitos vídeos de comédia Stand Up têm viralizado, encontrando pessoas que se identificam com o que é falado.  A minha estratégia é local, quero falar para o público de Belo Horizonte e de Minas Gerais, já que nosso estado gera muito conteúdo divertido e de forte identificação”, conta Stevan.

Nos seus shows, Stevan apresenta pontos de vista sobre diversas situações banais do cotidiano, que na correria do dia a dia passam despercebidos, histórias vividas por ele ao sair do interior e vir morar na capital. Ele garante uma noite divertida e engraçada.

Mas, com tanta gente fazendo standup é preciso inovar, e fidelizar o público. E para isso, ele criou um livreto autobiográfico _ “Autobiografia de um comediante em desenvolvimento”, vendido ao final do show pelo preço que a pessoa achar que vale. O livreto é pequeno, tem apenas 36 páginas, com 10 histórias sobre a vida do comediante, uma delas falsa. O objetivo é desafiar o público a identificar essa história.

A ideia de agregar standup e literatura é pioneira em Minas e tem o objetivo de prolongar o contato do artista com o público. “Um bom show de comédia Stand Up sempre deixa um gostinho de quero mais. O livreto é a oportunidade que o público tem de levar um pouco mais do show para casa, prolongando seu contato com as histórias que o comediante tem para contar”, afirma Stevan.

Literatura e comédia é uma mistura de sucesso como conta Stevan. “A comédia está em todo lugar. Está na mesa de bar, na conversa de casal, na sala de aula, no trabalho. Comédia é um jeito diferente de ver as coisas. Desse modo a comédia está na literatura também, sendo uma das formas de se expressar por meio da escrita.”

Na era “vício tecnológico”, onde praticamente tudo se faz  na internet, as pessoas estão cada vez mais sozinhas, as relações interpessoais cada vez mais escassas. Sair de casa para curtir um bom show de humor e dar muitas risadas, faz bem a alma. 

Acompanhe o comediante nas redes sociais. Clique aqui para saber mais. 

Confira aqui outras artes que uniram a literatura. 

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *