Antes, durante e depois da Copa (parte 1)

Vai ter Copa hoje, vai ter Copa amanhã, vai ter Copa pra sempre…

Antes

É sempre assim: quando se aproxima uma Copa do Mundo a turma da laceração aparece e começa a dizer se você pode ou não “viver o clima de Copa”. Isso acontece como se alguém tivesse esse poder de decidir o que você pode ou não fazer.

Fato é que, se a Seleção Brasileira já não te empolga e, se esse for o caso, estamos juntos nessa, isso não te faz gostar menos ou mais de futebol. Sim! O que interessa para a maioria das pessoas na Copa, e fora dela, é o futebol. Não importa se o jogo é Brasil x Argentina ou Suíça x Sérvia. O jogo tá bom? É isso que interessa.

Acontece até de torcer pra outra seleção. É errado isso? Claro que não! Direito de cada um. Como também é direito torcer pela Seleção Brasileira ou não torcer pra ninguém. Copa é para unir as nações. E olha o esporte sendo mais uma vez a ponte pra isso. O mesmo acontece com as Olimpíadas e Jogos Pan-Americanos.

Talvez, um dos grandes problemas do Brasil é que a Copa aconteça em ano eleitoral e, como estamos em um interminável duelo entre o “bem e o mal”, as pessoas chegam a exagerar. Fica tipo BBB: você não pode gostar porque a estante está cheia de livros para ler… Chega a ser engraçado. Mas vale lembrar: todo ano de Copa do Mundo é ano de eleição no Brasil. Ver ou não a Copa não muda nada. Veja bem, o que aconteceu no Brasil após a Copa de 2014…

Zabivaka – mascote oficial da Copa da Rússia 2018

Mas voltando a Copa da Rússia, fato é que: com ou sem ela, a gente vai votar em outubro. Com ou sem ela, a gente vai continuar com problemas na saúde, educação, transporte… Com ou sem ela, a gente vai continuar gostando ou não da Seleção. Com ou sem ela, a bola vai rolar e vai continuar rolando. E vai mesmo! Depois da Copa, o futebol continua no mundo todo e vai até 2022, quando a gente volta a discutir se pode ou não viver o “clima de Copa”.

Olha aí: entramos em um círculo vicioso… Dessa Copa eu quero um bom futebol, independentemente da Seleção que for. Pode até acontecer algo surpreendente com o 7 x 1 no Mineirão – que continua rendendo. Já viu a nova ação social do Estádio? (Veja aqui).

Verdade é, que com o exemplo acima, vemos que não é só futebol, que não é só Seleção Brasileira. A iniciativa do Mineirão mostra o que o esporte tem de melhor: unir as pessoas. Que novas ações possam ser tomadas, mesmo que para isso novas goleadas precisam acontecer.

Afinal, como diz um repórter aqui de BH: “Se o futebol é festa, bola na rede é o que interessa.”

E quanto a Copa, ela chegou!

Nesse período a coluna vai falar sobre Copa. Vai ter Copa hoje, vai ter Copa amanhã, vai ter Copa pra sempre… Não, pera. Dia 15/07 a Copa da Rússia acaba, mas até lá a gente vai se falando.  Ah! Só pra constar: que essa Copa produza muitos memes. Porque vamos combinar: é disso que a gente gosta!

 

Confira a música oficial da Copa da Rússia 2018

 

A coluna  Território Livre é publicada aqui toda quarta-feira. Converse com o colunista.  

Envie um e-mail para deni@literalmenteuai.com.br

Você pode também entrar em contato pelo twitter: @denicarlo

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *