Fui convidada para escrever a coluna “Antes dos 30, com filhos”, para esse projeto lindo, que é o Literalmente,Uai.

E Claro, aceitei na hora! Mas, quando parei para colocar no papel um pouco da minha rotina, me bateu aquela dúvida ao decidir por qual assunto começar. Foi aí, que na escolha de uma foto “minha” para ilustrar a coluna, me deparei com inúmeras fotos “Minhas com a Maria” (minha pequena de um ano e meio). Foi assim que percebi que não tiro mais fotos sozinha! Rsrsrs

Se você também é dessas que adora tirar fotos com os filhos, ou tirar fotos só dos filhos, seja bem vinda, estamos no mesmo barco! Tenho muitas amigas que ainda não tem filhos e sempre vejo belas fotos delas sendo postadas nas redes sociais. Fotos lindas, mostrando a maquiagem, o cabelo arrumado… É ai, que percebo como o “detalhe” de ter filho muda alguns costumes em nossa vida. Sempre gostei de tirar fotos. Contudo, desde que tive a Maria entro nas minhas redes sociais e não encontro quase nenhuma foto sozinha. E vou te contar, que, mesmo quando tiro, ela acaba ficando na galeria porque prefiro postar as que estou com a minha pequena.

Algumas pessoas podem dizer que isso é uma forma de perder a identidade. Entretanto, eu acredito que isso é um reforço na minha identidade, porque não me enxergo mais sem ela, não sei ver a vida sem me lembrar do sorriso mais lindo do mundo. É claro, que isso não é regra! Foi apenas uma análise que fiz ao precisar escolher uma foto. E às vezes até é possível tirar uma só com meu marido. rsrsrs

Sou defensora de que devemos, sempre, olhar o lado bom da vida, porque as partes ruins só devem ser lembradas para tirarmos aprendizados dela.  Por isso, não me lamentei por não ter uma foto recente, sozinha, e aproveitei para colocar na minha coluna uma foto que resume a parte mais importante da minha vida, minha filha MARIA!

Se você, assim como eu, já é mamãe e ainda não chegou aos temidos 30, ou quer conhecer um pouco sobre as aventuras cotidianas dessa fase, te espero aqui todo domingo para compartilharmos experiências. 

Leia mais da coluna especial para as mamães clicando aqui

As opiniões e fatos não refletem necessariamente a opinião de todas as mulheres com idade inferior aos 30 anos, mas sim a vivência das colunistas deste site.
Quer trocar experiências com a Gabriela? Envie e-mail para gabriela@literalmenteuai.com.br

 

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *