A volta da licença maternidade

A volta da licença maternidade, uma fase difícil, mas superável!

Nesta semana recebi uma notificação do Facebook me lembrando dois anos que voltei da minha licença maternidade. Um período muito complicado na vida de uma mãe. É hora de pensar nas prioridades da vida e provar para nós mesmas como somos tão incríveis como a “Mulher Maravilha”.

É aquele momento em que queremos nos arrumar, mudar a rotina, ver pessoas diferentes mas, ao mesmo tempo não queremos sair desse mundinho tão gostoso que construímos com os nossos babys durante o período da licença maternidade.

É hora de ter mais uma função além das tantas que ser mãe já nos propõe. É o momento de aprender a confiar em outras pessoas o bem mais precioso da sua vida: seu filho. Muitas de nós temos o privilégio de poder deixar o filho com as vovós (para mim foi o que mais me deu força para voltar a trabalhar). As que não tem a disponibilidade das avós, fica ainda com a missão de encontrar alguém de confiança.

O primeiro dia não é fácil. Pensamos na cria o dia todo, mas o fato de gostar do trabalho e o carinho das pessoas ao redor fazem toda a diferença nesse momento. Eu tive colegas de trabalho que foram fundamentais para tornar esse retorno mais fácil.

A vantagem para as mamães atuais é que a tecnologia está do nosso lado e nos ajuda a não perder momentos importantes dos pequenos e matar a saudade quando bate aquele aperto no peito.

Um dia desses, vi uma colega que também é mãe, postar um vídeo que a professora da escolinha fez dos primeiros passinhos da filha dela. Certamente ela queria estar presente nesse momento. Mas o fato de poder acompanhar, nem que seja pelo celular, já ajudou a minimizar o sentimento de frustração por não estar presente.

Eu sempre recebi informações, fotos, áudios ou vídeos, de tudo que a Maria faz durante o dia e isso é uma das coisas que me faz sentir mais presente no desenvolvimento dela. Eu sempre chego e digo que vi todas as coisas lindas que ela tem aprendido.

Quando a saudade bate e vem aquela vontade de ir embora só para dar uma abraço nela e ver o sorriso mais lindo do mundo (mas estou no meio do expediente) eu abro o celular e vejo imagens e vídeos dela. Isso ajuda a ter mais energia para seguir com os outros compromissos.

Muitas vezes, nos sentimos incompletas por não poder abraçar o mundo e fazer tudo de uma única vez, como ficar o dia com os filhos e ainda trabalhar. Mas, se agora é o seu momento de voltar a trabalhar (e você quer voltar) pense positivo, pois tudo se ajeita. Você vai passar bem por esse período!

Como já diziam as outras pessoas: você vai sentir muito mais do que a criança, para eles será muito tranquilo.

E pense sempre que quantidade não é qualidade, e você pode fazer do tempo que passam juntos o momento mais maravilhoso do mundo e assim compensar o período que ficam longe. Volte da sua licença maternidade carregando a certeza de que tudo vai dar certo e que você continua sendo a melhor mãe que seu baby precisa!

Quem já passou por essa fase conta pra gente como foi? E se você ainda vai passar divide com a gente como está o coração?

A coluna LiteralMente,mae! é publicada quinzenalmente aos domingos. As opiniões e fatos não refletem necessariamente a opinião de todas as mães, mas sim a vivência da colunista.

Quer trocar experiências comigo? Envie e-mail para gabriela@literalmenteuai.com.br

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *