5 Bibliotecas que você vai amar

Muito mais que prédios que armazenam conhecimento, as bibliotecas guardam o mundo e muitas delas foram projetadas para serem verdadeiras obras de artes.

É quase místico pensar que nesse espaço geográfico guardamos uma infinidade de pessoas, histórias e gerações, que ultrapassam os limites geográficos e gravitacionais. Tudo isso é magicamente transformado e alinhado em códigos, ou melhor, letras, que reunidas em um conjunto conhecido como LIVRO, tem o poder de eternizar o que ali foi registrado.

Separamos cinco bibliotecas que além de carregar a magia do conhecimento, tem o poder de encantar, antes mesmo, de abrir o primeiro livro. Confira:

 

Biblioteca do Monastério Beneditino de Admont – Áustria

(Imagem: Admont bibliothek neu)

Inaugurada em 1776, essa biblioteca foi projetada pelo arquiteto Josep Hueber em estilo rococó. Possui cerca de 180 mil obras, entre eles 1,4 mil manuscritos e incunábulos. Lembro que incunábulos são os primeiros livros impressos antes de 1.500.

Seu teto possui pinturas do artista austríaco Bartolomeo Altomonte, que celebram a ciência e a fé.

 

Biblioteca Clementinum – Praga, República Tcheca

(Imagem: Bruno Delzant/flickr)

Construída em 1722, essa biblioteca possui mais de 20 mil obras, sobre literatura, teologia e medicina. Durante muito tempo, foi considerado o terceiro maior colégio jesuíta do mundo. O edifício representa a arquitetura barroca de Praga e seu teto possui obras do pintor Jan Hiebl.

 

Biblioteca Trinity College – Dublin, Irlanda

(Imagem: via FLICKR/FRED BIGIO)

Localizada na universidade mais antiga da Irlanda, a Biblioteca Trinity College foi fundada em 1972. Conta com um acervo de cerca de três milhões de livros e mais de 200 mil livros antigos, distribuídos na impactante Long Room, uma sala de madeira escura com 65 metros de comprimento.

Além dos livros, a biblioteca possui alguns tesouros artísticos, incluindo 14 bustos de mármore e uma harpa irlandesa de carvalho do século 15, símbolo do país.

 

Gabinete Português de Leitura, Rio de Janeiro, Brasil

(Imagem: rbpdesigner )

Fundado em 1837, o Gabinete Real Português de Leitura, no centro do Rio foi idealizado por um grupo de quarenta e três imigrantes portugueses e foi considerada pela revista americana Time a quarta biblioteca mais bonita do mundo.

O prédio com arquitetura neomanoelina, foi construído entre 1880 e 1887 e conta com um acervo de mais de 350 mil livros, sendo o maior acervo de autores portugueses fora de Portugal.

 

Biblioteca de George Peabody, Estados Unidos

(Imagem: Washington Photo Safari)

 

Conhecida como a catedral dos livros, a biblioteca de George Peabody, foi projetada pelo arquiteto de Baltimore Edmund G. Lindem e pelo primeiro reitor da Peabody, Nathaniel H. Morison.  Seu acervo conta com mais de 300 mil livros da história inglesa e americana, além de algumas preciosidades da arqueologia dos séculos XVIII e XIX.

A arquitetura Neo-greco, é composta por piso preto e branco e um átrio de 60 metros de altura de vidro fosco, enlaçados por ferro fundido preto. Outra ponto que chama atenção, são as colunas de ouro recortados com pilhas de livros embalados.

Lindas né…E aí qual delas você acha mais bonita? E qual acrescentaria nesta lista

Fique por dentro dos eventos literários em BH e região em nossa Agenda! 

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *