10 escritoras que marcaram época

Quando paramos para analisar o campo literário e intelectual, percebemos que as obras produzidas por mulheres, não são muito valorizadas. No campo acadêmico, por exemplo, quantas autoras estão nas listas de leituras obrigatórias para o semestre? Quantas estão nas leituras obrigatórias para se ingressar na faculdade ou nas leituras obrigatórias no ensino médio? Isso demonstra a falta de igualdade nesse meio. As mulheres não produzem, não publicam? Claro que sim. Mas falta valorização de tais trabalhos.

A representatividade é baixa, mas isso não significa que não temos grandes escritoras. Resolvi reunir uma pequena lista de 10 mulheres. Óbvio que muitas mulheres ficaram fora dessa lista, afinal, o número de escritoras que marcaram época, é muito maior.

Então, segue a lista:

Jane Austen

Jane Austen é considerada por muitos como a maior escritora de romances, de todos os tempos. Sua obra é marcada pelo seu talento em escrever personagens femininas fortes, pelas críticas sociais e por criar personagens masculinos apaixonantes. Em uma época em que os homens tinham acesso aos estudos acadêmicos, e as mulheres ficavam responsáveis pelos trabalhos domésticos e eram muito dependentes, Austen construiu uma grande obra, com críticas relevantes da sociedade de sua época.

 

J. K. Rowling

É considerada a autora com maior número de vendas. Quando iniciou a série “Harry Potter”, J. K. Rowling vivia uma crise pessoal e financeira, após o enorme sucesso da sua obra, se reergueu e hoje pertence à lista de pessoas mais ricas do Reino Unido. No início da sua carreira, precisou adotar o nome J. K. Rowling, para que seus livros fossem lidos, o nome dá a entender que os livros foram escritos por um homem. Hoje, o universo Harry Potter cultiva o gosto pela leitura em várias pessoas, principalmente, no público infanto-juvenil.

 

Chimamanda Ngozi Adichie

Chimamanda acumula uma grande coleção de prêmios no campo da literatura e, com o seu talento, vem atraindo um grande público de leitores. Está na lista de escritores mais importantes da atualidade, com apenas 40 anos. É um fenômeno mundial, compartilhando a experiência de ser uma feminista africana. Recomendo seus livros sobre feminismo, ela consegue falar sobre o tema de uma forma que alcança um público cada vez maior e mais jovem

 

Agatha Christie

A escrita de Agatha Christie é marcada por sua grande imaginação e sua habilidade incomparável para a narrativa de suspense e mistério. É chamada de “Rainha do Crime”, e é considerada a maior escritora policial de todos os tempos. Além do sucesso na literatura, muitos dos seus livros foram adaptados para o cinema, fazendo um enorme sucesso.

Simone de Beauvoir

Simone de Beauvoir foi uma intelectual filósofa, escritora, ativista política, feminista e professora. Você quer uma carreira versátil, @? Sua escrita influenciou e influencia o movimento feminista, ainda nos dias atuais. Sua carreira é marcada pela sua personalidade revolucionária, relacionada com a política, filosofia e sociologia. Porém, Simone de Beauvoir também escreveu romances, peças, biografias, autobiografias e novelas.

Clarice Lispector

Clarice foi escritora e jornalista, reconhecida como uma das maiores escritoras do século XX. Recebeu diversos prêmios literários, marcando a terceira fase do modernismo brasileiro. Ela escreveu muitos romances, crônicas, contos e se dedicou também a literatura infantil. Sua personalidade forte e marcante, era um caso à parte. Quem nunca compartilhou uma frase de Clarice Lispector no Facebook, né, gente?

Virginia Woolf

Virginia Woolf veio da alta sociedade londrina, na mansão da sua família, teve contato com muitas personalidades do meio artístico, intelectuais e escritores. Seus romances são marcados por um tom de escrita moderno, abordando assuntos bem polêmicos para a época. Sua carreira foi interrompida de forma brusca, pela sua morte. Virginia conviveu por anos com a depressão, no final, cometeu suicídio.

Angêla Davis

Angêla Davis ficou conhecida na década de 70, como integrante do Partido comunista e dos Panteras Negras. Foi responsável por uma grande militância no movimento negro e na luta pelos direitos das mulheres. Cresceu em um estado marcado pelo racismo, portanto, aprendeu desde cedo a lutar contra o preconceito racial. Escreveu vários livros, chamando atenção para a condição do negro na sociedade americana e, sua literatura, ainda hoje, influencia fortemente o movimento feminista das mulheres negras.

Carolina Maria de Jesus

É considerada uma das maiores escritoras negras do Brasil. Viveu grande parte da sua vida em uma favela, foi catadora de papel e lutou muito para sustentar sua família. Com o sucesso do seu primeiro livro, teve a oportunidade de se mudar da favela e proporcionar uma vida melhor para os seus filhos. A vida na favela originou o seu livro de maior sucesso “Quarto de despejo”, onde alcançou um grande sucesso nacional e internacional.

Florbela Espanca

Florbela foi uma grande poetisa. Viveu uma vida inquieta e tumultuada e transformou toda a sua inquietação em poesia, proporcionando assim, poesias com muito sentimentos e com um caráter confessional bem marcante. Vale a pena ler suas poesias, principalmente, naqueles dias de bad.

 

Confira também o post Escritoras mineiras que você precisa conhecer! 

Gostou da coluna “Antes dos 30“? Se você já passou dos 30, não se preocupe, temos um espacinho pra você também. Confira: “Depois dos 30“.

A coluna Antes dos 30 é publicada aqui aos sábados, quinzenalmente. As opiniões e fatos não refletem, necessariamente, a opinião de todas as pessoas que estão perto de completar 30 anos.
Entre em contato com a colunista pelo e-mail afia@literalmenteuai.com.br

 

Deixe o seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *